A peça, mais do que histórica, trazida por @craburger no Varal FutRio desta vez é a do Internacional de Jacarepaguá. O clube existiu por apenas seis anos, mas disputou as divisões intermediárias do futebol do Rio de Janeiro. A equipe mandava jogos no Estádio Eustáquio Marques, em Curicica, já que o próprio era um dos dirigentes da equipe. A briga entre alguns dirigentes com ele foi um dos pontos que geraram o término das atividades no clube.

O Internacional Futebol Clube, o Inter de Jacarepaguá, foi fundado no dia 1º de março de 1993. Somente na temporada de 95 ele estreou na Terceirona. No ano seguinte, através de um convite, disputou aquela que era a Segundona da época. Esteve nesta divisão, que teve nomes distintos, até o ano de 1999, sempre com participações tímidas.

O clube, na sua estreia como profissional tinha como um dos presidentes - além de Valdeir Penudo - Augusto Vieira, hoje mandatário do Barcelona. O dirigente fundou o Barça justamente no momento da extinção do Internacional de Jacarepaguá. De herança, o Inter deixou o Eustáquio Marques, que foi muito utilizado por equipes como Universal, Estácio de Sá, Marinho e o Barra da Tijuca, além de servir de palco de treinamentos e intertemporadas de diversos times do Rio.

Comentários nesse artigo

O Autor

Claudio Burger é fundador do site FutRio e colecionador de camisas de clubes de futebol. Por aqui, fará a exposição de camisas históricas de times do Rio de Janeiro, lembrando origem e feitos conquistados por eles.

As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por