• Bangu
  • Boavista
  • Bonsucesso
  • Botafogo
  • Cabofriense
  • Campos
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Macaé
  • Madureira
  • Nova Iguaçu
  • Portuguesa
  • Resende
  • Tigres do Brasil
  • Vasco da Gama
  • Volta Redonda
  • America
  • Americano
  • Artsul
  • Audax Rio
  • Barcelona
  • Barra da Tijuca
  • Barra Mansa
  • Duque de Caxias
  • Friburguense
  • Gonçalense
  • Goytacaz
  • Itaboraí
  • Olaria
  • Queimados
  • Sampaio Corrêa
  • São Cristóvão
  • São Gonçalo EC
  • Serra Macaense
  • Serrano
  • Angra dos Reis
  • Araruama
  • Bela Vista
  • Belford Roxo
  • Ceres
  • Condor
  • Duquecaxiense
  • Futuro Bem Próximo
  • Juventus
  • Mesquita
  • Nova Cidade
  • Rio de Janeiro
  • Rio São Paulo
  • São Gonçalo FC
  • Brasil
  • Campo Grande
  • Itaboraí Profute
  • Miguel Couto
  • Paduano
  • Rubro
  • São José
  • Teresópolis
  • Tomazinho
  • União Central
  • União de Marechal

Em 31/10/2016 às 10 h23

Ao menos uma equipe perdeu pontos a cada competição estadual em 2016

Tigres, Cesso, Angra, Mesquita, Caxiense, Juventus, Rio São Paulo e Frizão: os punidos


Autor: Renan Mafra / Fotos: Ag. FERJ e Gabriel Andrezo (FutRio)

No dia 20 de outubro, o FutRio.net publicou que apenas a Copa Rio não tinha sofrido interferência judicial entre os campeonatos profissionais do Rio de Janeiro em 2016. Porém, no dia seguinte à matéria, a Portuguesa fez uma denúncia ao Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) apontando irregularidade na utilização do zagueiro Diego Guerra, da equipe do Friburguense, o que fez o Tricolor da Serra perder seis pontos e a Lusa herdar o título da competição.
 
Com todas as competições profissionais da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) passando pelos tribunais nesta temporada, ao menos um clube em cada torneio sofreu com perda de pontos. A Copa Rio, que vinha passando ilesa, entrou no grupo indesejado das Séries A, B e C nos últimos instantes.
 
Na Série A do Campeonato Carioca, Bonsucesso e Tigres do Brasil foram punidos com a perda de três pontos cada um pela escalação irregular de jogadores, ainda na primeira fase do Estadual. O Rubro-Anil da Leopoldina inclusive acabou a etapa inicial com uma pontuação negativa: menos dois pontos.
 
O Angra dos Reis foi quem perdeu pontos na Série B por escalar irregularmente dois jogadores, mas o estrago para o Tubarão Azul foi maior. Tendo perdido 17 pontos, o clube da Costa Verde despencou da sexta colocação na classificação geral para a 16ª, sendo rebaixado para a terceira divisão estadual.

Na terceira divisão, quatro punidos
 
Na Série C, recorde: quatro agremiações foram penalizadas dessa forma. Invicto na competição, já que sua única derrota foi por WO, o Mesquita perdeu quatro pontos pela escalação irregular do atleta Magnor, o que impossibilitou a chegada do Alvinegro aos playoffs de acesso. Também na primeira fase, o Duque Caxiense teve um desfalque de seis pontos por colocar atletas sem condição de jogo na estreia, contra o Serra Macaense.

image

Seguindo com os penalizados da Terceirona do Rio, o Juventus perdeu seis pontos por utilizar Tetel irregularmente, mas a punição não impediu o Touro de chegar à lutar pelo acesso, onde acabou parando no Serra Macaense. Já o Rio São Paulo, que chegou aos playoffs e foi superado pelo Barcelona, acabou sendo punido por escalar sete peças acima dos 23 anos, quando o regulamento do certame permite apenas cinco. A pena foi de três pontos, o que não mudou a situação do Alvinegro, que àquela altura já estava eliminado e de férias.
 
Finalmente na Copa Rio, a punição pela perda de pontos veio "apenas" na final. Por ter escalado irregularmente o zagueiro Diego Guerra, o Friburguense foi punido em seis pontos e com isso, mesmo tendo vencido a decisão, foi a Portuguesa que ficou com título.

Tags: Tigres, Bonsucesso, Angra dos Reis, Mesquita, Duque Caxiense, Juventus, Friburguense

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por