• Bangu
  • Boavista
  • Bonsucesso
  • Botafogo
  • Cabofriense
  • Campos
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Macaé
  • Madureira
  • Nova Iguaçu
  • Portuguesa
  • Resende
  • Tigres do Brasil
  • Vasco da Gama
  • Volta Redonda
  • America
  • Americano
  • Artsul
  • Audax Rio
  • Barcelona
  • Barra da Tijuca
  • Barra Mansa
  • Duque de Caxias
  • Friburguense
  • Gonçalense
  • Goytacaz
  • Itaboraí
  • Olaria
  • Queimados
  • Sampaio Corrêa
  • São Cristóvão
  • São Gonçalo EC
  • Serra Macaense
  • Serrano
  • Angra dos Reis
  • Araruama
  • Bela Vista
  • Belford Roxo
  • Ceres
  • Condor
  • Duquecaxiense
  • Futuro Bem Próximo
  • Juventus
  • Mesquita
  • Nova Cidade
  • Rio de Janeiro
  • Rio São Paulo
  • São Gonçalo FC
  • Brasil
  • Campo Grande
  • Itaboraí Profute
  • Miguel Couto
  • Paduano
  • Rubro
  • São José
  • Teresópolis
  • Tomazinho
  • União Central
  • União de Marechal

Em 04/01/2017 às 10 h07

Fla monta projeto para transformar Luso Brasileiro em 'caldeirão'

Rubro-Negro vai diminuir distância da arquibancada para gramado e busca parceiros


Autor: Redação FutRio / Fotos: Divulgação (CRF) e André Oliveira (AAP)

O Flamengo possui um plano audacioso para transformar o Estádio Luso Brasileiro em um ''alçapão'' para seus adversários. O Conselho Deliberativo do clube aprovou a contratação de uma empresa de engenharia para erguer uma estrutura na Arena na Ilha do Governador. O estádio, de propriedade da Portuguesa, foi utilizado pelo Botafogo em 2016 e cedido ao Flamengo para 2017 através de uma parceria. O contrato de cessão do Luso para o Rubro-Negro é válido até 2019.   

LEIA TAMBÉM:
>> 
Flamengo firma parceria e administrará Luso Brasileiro a partir de janeiro
>> 
Fim de contrato entre Portuguesa e Bota gera irritação e vai parar na delegacia

A ideia da direção do Mais Querido é retirar as cadeiras por inteiro no setor norte e em uma parte do setor sul. O objetivo é deixar as arquibancadas nestes espaços bem próximas dos gols, assim como acontece no setor oeste, que tem distância de seis metros para o gramado. O clube também quer aumentar a capacidade do estádio para 20.500 espectadores. Durante o ano passado, sob o comando do Botafogo, a Arena recebia 15 mil pessoas, graças as arquibancadas móveis instaladas no local. O aumento da capacidade dependerá de vistoria de órgãos de segurança. 

Flamengo busca parceiros para o projeto; Gramado já passa por reformas

Ainda dependendo da resolução do imbróglio envolvendo a utilização do Maracanã, o Flamengo espera definir uma quantidade mínima de partidas a serem disputadas no Luso Brasileiro. O objetivo da ação é atrair empresas para negociar venda de naming rights e outras propriedades do estádio. A projeção é que os parceiros banquem o investimento no estádio, que deve custar em torno de R$ 12 milhões (doze milhões de reais). As obras no local já começaram e o gramado passa por reformas. A previsão é de que a manutenção dure dois meses. 

image

O projeto ainda pode passar por alteração em caso de acordos de patrocínios para o estádio. O Flamengo conta com parcerias de agências de marketing esportivo e realizará apresentações para conquistar investimentos para a Arena.  

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por