• Bangu
  • Boavista
  • Bonsucesso
  • Botafogo
  • Cabofriense
  • Campos
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Macaé
  • Madureira
  • Nova Iguaçu
  • Portuguesa
  • Resende
  • Tigres do Brasil
  • Vasco da Gama
  • Volta Redonda
  • America
  • Americano
  • Artsul
  • Audax Rio
  • Barcelona
  • Barra da Tijuca
  • Barra Mansa
  • Duque de Caxias
  • Friburguense
  • Gonçalense
  • Goytacaz
  • Itaboraí
  • Olaria
  • Queimados
  • Sampaio Corrêa
  • São Cristóvão
  • São Gonçalo EC
  • Serra Macaense
  • Serrano
  • Angra dos Reis
  • Araruama
  • Bela Vista
  • Belford Roxo
  • Ceres
  • Duquecaxiense
  • Futuro Bem Próximo
  • Juventus
  • Mesquita
  • Nova Cidade
  • Rio de Janeiro
  • Rio São Paulo
  • Campo Grande
  • Condor
  • Itaboraí Profute
  • Miguel Couto
  • Paduano
  • Rubro
  • São Gonçalo FC
  • São José
  • Teresópolis
  • Tomazinho
  • União Central
  • União de Marechal

Em 11/01/2017 às 13 h38

Hermes Junior deixa o comando do sub-20 do Boavista após queda na Copinha

Verdão de Saquarema foi eliminado ainda na primeira fase do torneio nacional


Autor: Redação FutRio / Foto: Marcos Faria

Na sua primeira participação na Copa São Paulo de Futebol Junior, o Boavista acabou não passando da primeira fase da competição. Com a eliminação, o técnico Hermes Junior acabou desligado do comando técnico da equipe sub-20 do Verdão de Saquarema. Ele fez uma análise sobre a caminhada da equipe na Copinha e lamentou bastante o gol levado no último minuto da última partida, quando cedeu o empate ao Itabaiana (SE) e perdeu a chance de avançar de fase.
 
- Não foi como queríamos, tivemos a classificação nas mãos até o último minuto dos acréscimos, e em uma bola parada levamos o gol que nos desclassificou. Porém, de uma forma geral foi bom, com todas as dificuldades que tivemos, pois quem nos acompanha de perto sabe que são muitos os problemas. Os jogadores estão de parabéns, são vencedores e foram guerreiros - disse o treinador.
 
Junto com Hermes Junior, deixam o Boavista o preparador físico, Alex Nogueira, e o treinador de goleiros, Henrique Gulpilhares. O técnico revelou que teve muitas dificuldades, antes e durante a competição. Isso porque além de perder jogadores por contusão, o Boavista também não conseguiu inscrever alguns atletas a tempo de disputar o torneio.
 
- A Copa São Paulo é uma competição muito difícil, com um índice técnico e físico muito elevado. Tivemos muitos problemas e já tínhamos perdido alguns jogadores importantíssimos por não termos conseguido inscrevê-los a tempo. Na véspera do jogo contra o Coritiba, levamos outro golpe forte, perdemos mais três jogadores, sendo dois deles titulares indiscutíveis. Enfim, tivemos muitas perdas de jogadores importantes, porém não desanimamos, acreditamos até o fim e tivemos a classificação nas mãos até o último minuto dos acréscimos - frisou.
 
O treinador passou força aos seus jogadores e pediu para que eles continuem sendo profissionais, como demonstraram em toda a preparação para a competição e também durante a Copinha.
 
- O futebol é assim, temos que acreditar sempre, mesmo com todas as dificuldades, não podemos deixar de trabalhar. Não conseguimos a classificação, porém conseguimos o respeito e admiração de todas as pessoas que esteve lá e acompanharam de perto nosso trabalho - finalizou. 

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por