• Bangu
  • Boavista
  • Bonsucesso
  • Botafogo
  • Cabofriense
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Macaé
  • Madureira
  • Nova Iguaçu
  • Portuguesa
  • Resende
  • Vasco da Gama
  • Volta Redonda
  • America
  • Americano
  • Artsul
  • Audax Rio
  • Barcelona
  • Barra da Tijuca
  • Barra Mansa
  • Campos
  • Duque de Caxias
  • Friburguense
  • Gonçalense
  • Goytacaz
  • Itaboraí
  • Olaria
  • Queimados
  • Sampaio Corrêa
  • São Cristóvão
  • São Gonçalo EC
  • Serra Macaense
  • Serrano
  • Tigres do Brasil
  • Angra dos Reis
  • Araruama
  • Bela Vista
  • Ceres
  • Duquecaxiense
  • Futuro Bem Próximo
  • Juventus
  • Mesquita
  • Nova Cidade
  • Rio de Janeiro
  • Rio São Paulo
  • Santa Cruz
  • São Gonçalo FC
  • Campo Grande
  • Condor
  • Itaboraí Profute
  • Itaperuna
  • Miguel Couto
  • Paduano
  • Rubro
  • São José
  • Teresópolis
  • Tomazinho
  • União Central
  • União de Marechal
  • Na folia

Em 29/01/2017 às 21 h09

Após gol na estreia, Loco evita avaliação individual: "Isso aqui não é tênis"

Atacante uruguaio fez em cobrança de pênalti, mas não garantiu a vitória alvirrubra


Autor: Léo Pinheiro e Igor Dorilêo / Foto: João Carlos Gomes (BAC)

Na estreia do Bangu no Campeonato Carioca, todos os olhos estavam em uma só direção, a do uruguaio Loco Abreu. O grande astro alvirrubro para a disputa do Estadual entrou em campo diante da Portuguesa, na tarde deste domingo (29), no Estádio de Moça Bonita. Com seu oportunismo de sempre, balançou as redes. Porém, não foi o suficiente e a equipe banguense acabou empatando em 2 a 2 com a Lusa. Perguntado sobre uma avaliação individual, Loco respondeu de maneira incisiva.

- Isso aqui não é tênis, é um jogo coletivo. Então sempre a avaliação que eu faço não é individual, é coletiva. Nosso time foi, dentro das possibilidades, razoável, mas tem muito mais para dar. Mas tem que entender que o adversário veio com mais ritmo de jogo, foi o campeão da seletiva, tem mais fôlego - disse, o atacante, que ainda comentou novamente sobre a alta temperatura na Zona Oeste do Rio, assim como em sua apresentação.

- Calor você sabe como é. Mas é uma situação que vai acontecer com os dois times, então o problema não é o calor, o problema é conseguir prender a bola, dar sequência no jogo para não ter que ficar correndo atrás. Se você não conseguir prender a bola, vai correr mais e cansar mais - explicou.

Loco Abreu citou até mesmo seu ex-clube, o Botafogo, para exemplificar as dificuldades que virão pela frente durante toda disputa do Campeonato Carioca.

- Mas já deu para ver que o Botafogo sofreu também na estreia, sofreu ontem no Nilton Santos, empatou, dois times do grupo empataram ontem, então está todo mundo colado, agora é se preparar bem para quarta-feira - projetou.

Entrosamento com o treinador Eduardo Allax

A estreia poderia ter sido ainda melhor para Abreu. Na primeira etapa, após receber um lindo cruzamento de Thiaguinho, o atacante cabeceou no travessão do goleiro lusitano Marcelo Moretto, passando perto de marcar usando sua grande arma. Falando sobre seu posicionamento e postura dentro da área, Loco aproveitou para elogiar o treinador.

- O Eduardo é um cara inteligente que sabe colocar cada um no seu lugar para tirar o melhor, tanto no individual, como no coletivo. E dentro desse esquema ele já está sabendo qual é a minha caracterísica - afirmou.

Mas não são só com seus gols que Loco Abreu vem ajudando o time da Zona Oeste. Como já funcionava na época de Botafogo, o jogador assumiu a braçadeira de capitão da equipe e orienta os companheiros o tempo todo, sendo uma espécie de treinador dentro das quatro linhas. Ele explicou essa relação, após ser indagado sobre as constantes conversar com o técnico Eduardo Allax na beira do campo.

- Ele acha que eu sou o responsável no campo para orientar o time na parte tática. Então ele passa a informação para a gente, e a gente passa para o resto do time. Para encaixar bem a marcação, poder aproveitar situações que estão acontecendo, quem está jogando melhor. Então tem essa conversa boa, eu acho importante porque eles ficam de fora, muitas vezes não tem a oportunidade de orientar um jogador que está do outro lado, então ele passa a informação para mim e eu passo para eles - esclareceu.

Em busca da primeira vitória na Taça Guanabara, o Bangu enfrenta o Vasco da Gama, na quinta-feira (2), novamente no Estádio de Moça Bonita, às 16h30, em partida que contará com transmissão da Rádio FutRio.

Tags: Bangu; Loco Abreu;

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por