Em 20/04/2017 às 20 h32

Após comparação com Zico, Nélio vê "perseguição" da família Coimbra

Meia brinca com apelidos, mas faz questão de dar conselhos aos mais jovens


Autor: Redação FutRio / Foto: Juliana Oliveira (AFC)

No ano de 2001, surgia no Flamengo um jovem de apenas 17 anos, e sua primeira partida oficial foi logo em um clássico contra o Vasco, no Maracanã. Apesar do jogo ser esvaziado, pois o Gigante da Colina havia conquistado a Taça Rio uma rodada antes (e as duas equipes atuaram com times reservas), quem foi ao estádio se encantou com a habilidade de Nélio, que entrou no segundo tempo e levou os rubro-negros ao delírio.
 
Logo veio a comparação que marcaria a carreira de Nélio, o apelido de "Novo Zico". Porém, as coisas não saíram como o esperado e o meia não teve a carreira que muitos esperavam. O tempo passou e hoje o jogador se encontra no America, que por coincidência, tem como maior ídolo Edu Coimbra, irmão de Zico. Nélio brincou e disse que a família Coimbra o "persegue", mas afirmou que acha esse tipo de comparação normal no futebol.
 
- Acho que essa família Coimbra me persegue. Será? (risos). Mas tenho a cabeça boa, as comparações existem. Mas quando eu era novo, surgi em um grande clube, como é o Flamengo, e muito torcedores e até mesmo dirigentes procuram criar ídolos. Como eu sou meia, camisa 10, teve a comparação com o Zico. E no America o maior ídolo é o Edu (risos). Mas isso é normal, o importante é que estou focado em ajudar o America na Série B1 - disse o atleta, hoje com 33 anos.
 
Erros próprios: causas do insucesso

Apesar de não ter vingado na carreira como muitos esperavam, Nélio deixou claro que esse fato não teve relação com o apelido que lhe foi imposto quando surgiu no Flamengo.
 
- Eu não dei certo no Flamengo pelas minhas próprias atitudes, não teve nada com esse rótulo de "novo Zico". Até porque eu sempre tive a cabeça boa e estava preparado para aquele tipo de situação. Mas decisões erradas todos tomam, eu me arrependo, mas não tem nada relacionado com a situação que aconteceu - explicou.
 
Conselhos aos mais jovens

Atualmente o Brasil está com uma geração que vem chamando a atenção, pois conquistou os títulos do Sul-Americano sub-15 e sub-17 de maneira invicta. Sabendo dos obstáculos que o mundo do futebol apresenta, Nélio deu conselhos aos mais jovens, mas também pediu paciência aos clubes, já que muitos jogadores demoram até apresentar o desempenho esperado.
 
- Os garotos precisam ter a cabeça boa e paciência. Às vezes tudo não vai acontecer como esperamos rapidamente. Tem uma safra de jogadores com 23 a 26 anos que estão muito bem, pois estão mais maduros. É importante ter uma boa base familiar, um trabalho psicológico dentro do clube, um trabalho nutricional, e isso está acontecendo nos clubes, ajuda os mais jovens. O caminho é difícil, uma coisa é categoria de base e outra é profissional. Mas o Brasil tem uma safra muito talentosa, foram campeões sub-15 e sub-17 invictos. As dificuldades vão aparecer, mas com o talento desses jovens, todos vão dar certo - ressaltou.
 
Proposta da Europa? Nélio aconselha

A grande geração brasileira de jogadores nascidos já nos anos 2000 é liderada pelo atacante Vinicius Junior, do Flamengo, clube que Nélio foi revelado. O jovem rubro-negro já despertou o interesse de clubes da Europa, como Barcelona (ESP), Real Madrid (ESP) e Juventus (ITA). Nélio foi sincero e afirmou que para ele, o jogador tem que aceitar a proposta, pois se tratam de grandes clubes do velho continente.
 
- Sinceramente, acho que quando aparece uma proposta muito boa da Europa, mesmo sendo jovem, o jogador tem que ir. Eu fiquei sabendo depois de muito tempo que alguns clubes tinham interesse em me contratar, mas o Flamengo não aceitou. Ainda mais se tratando de clubes como Barcelona, Real Madrid e Juventus. Se fossem clubes de um segundo escalão, não, mas equipes dessa magnitude, o jogador tem que ir. O maior exemplo é o Messi, que chegou ao Barcelona com 13 anos, levou a família, e hoje, na minha opinião, é maior jogador de todos os tempos ao lado do Pelé. Acho que vale a pena, vai ter todo o entorno, uma estrutura para o garoto. Às vezes aqui no Brasil acontece alguma coisa e o garoto acaba não vingando - afirmou.
 
Nélio é um dos 17 reforços do America até agora para a Série B1 do Campeonato Carioca. O time rubro estreia na competição contra o Barcelona, no dia 13 de maio, fora de casa.

Tags: America

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por