Em 20/04/2017 às 23 h46

Botafogo arranca empate e mantém liderança do Grupo 1 da Libertadores

Sassá marca de pênalti e Glorioso fica no 1 a 1 com Barcelona de Guayaquil


Autor: Renan Mafra / Foto: El Universo

O Botafogo mostrou mais uma vez que seu grupo encarnou bem o espírito da Libertadores. Na noite desta quinta-feira (20) no Estádio Monumental Isidro Romero Carbo, em Guayaquil, o Glorioso perdia até os 43 minutos do segundo tempo, mas conseguiu empatar com Sassá de pênalti, e graças a expulsão do zagueiro Jefferson Mena, do Barcelona de Guayaquil, o Alvinegro é líder do Grupo 1 da competição continental.
 
Agora o Botafogo só volta a campo pela Libertadores no dia 2 de maio, quando encara novamente o Barcelona de Guayaquil, mas dessa vez no Estádio Nilton Santos. Porém, no domingo (23), o Glorioso enfrenta o Flamengo, pela semifinal do Campeonato Carioca, no Maracanã.
 
Botafogo domina primeira etapa, mas perde pênalti e sai derrotado

Logo aos dois minutos de jogo o Botafogo poderia ter aberto o placar. Roger foi puxado por Jefferson Mena dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Porém, Camilo bateu mal, Banguera defendeu, João Paulo pegou o rebote, finalizou, mas o goleiro do Barcelona de Guayaquil voltou a defender e manteve o placar em 0 a 0.
 
Apesar do pênalti perdido, o Botafogo seguia melhor na partida. Aos 18 minutos, Camilo cobrou escanteio, Emerson Silva cabeceou forte, Banguera defendeu, mas Rodrigo Pimpão pegou o rebote e acertou a trave. A primeira chance do Barcelona de Guayaquil só foi acontecer aos 28 minutos, em boa jogada de Álvez, que driblou três marcadores e chutou forte, mas Gatito Fernández defendeu.
 
Mesmo com o Botafogo superior, quem abriu o marcador foi o Barcelona de Guayaquil, aos 31 minutos. Alemán tabelou com Álvez, passou por dois marcadores, invadiu a área, driblou Gatito Fernández e fez um golaço. No fim do primeiro tempo, o Glorioso ainda teve uma boa chance com Camilo, mas o camisa dez voltou a parar em Banguera e a equipe equatoriana foi para o intervalo vencendo por 1 a 0.
 
Glorioso não desperdiça segundo pênalti e Sassá deixa tudo igual

Buscando a reação, o Botafogo voltou para o segundo tempo dominando a partida, mas a primeira chance de perigo só foi acontecer aos 23 minutos, em chute forte de Bruno Silva de fora da área, que passou perto da meta de Banguera. Logo depois, João Paulo levantou na área, Camilo ajeitou de cabeça, e Sassá, livre de marcação e na cara do gol, cabeceou, mas mandou pra fora, perdendo a chance do empate.
 
Assim como na primeira etapa, o Barcelona de Guayaquil demorou a assustar e só chegou com perigo aos 32 minutos. Bruno Silva saiu jogando errado, Álvez roubou soltou uma bomba, mas Gatito Fernández defendeu. José Ayoví pegou no rebote, mas João Paulo travou o atacante na hora certa. Porém, logo depois, Jefferson Mena fez falta em Guilherme, e como já tinha cartão amarelo, acabou expulso.
 
Com um a mais, o Botafogo foi pra cima e chegou ao empate. Aos 43 minutos, Victor Luís cruzou da esquerda, Arreaga cortou com o braço e o árbitro marcou mais um pênalti. Com categoria, Sassá cobrou no meio do gol e empatou a partida, deixando o Glorioso invicto na fase de grupos da Libertadores.
 
A partida 
Barcelona de Guayaquil (EQU) 1x1 Botafogo - Copa Libertadores, 3ª rodada, Grupo 1 - 20/04/2016, às 21h45
 
Estádio Monumental Isidro Romero Carbo (Guayaquil - EQU) 
Árbitro: Jesus Valenzuella (VEN) 
Assistentes: Carlos Lopez (VEN) e Elbis Gomez (VEN)
 
Barcelona (EQU): Banguera; Pedro Velasco, Jefferson Mena, Aimar e Pineida; Gabriel Marques, Calderón, Alemán (Ariel, 23’/2ºT) e Esterilla; Jonatan Álves (Arreaga, 35’/2ºT) e José Ayoví (Marcos Caicedo, 15’/2ºT). Técnico: Guillermo Almada.
 
Botafogo: Gatito Fernández; Emerson Santos (Fernandes, 37’/2ºT), Joel Carli, Emerson Silva e Victor Luís; Rodrigo Lindoso (Guilherme, 25’/2ºT), Bruno Silva, João Paulo e Camilo; Rodrigo Pimpão e Roger (Sassá, 19’/2ºT). Técnico: Jair Ventura.
 
Cartões amarelos: Jefferson Mena e Pineida (BAR); Bruno Silva, Emerson Silva e João Paulo (BOT)
 
Cartão vermelho: Jefferson Mena, 34’/2ºT (BAR)
 
Gols: Alemán, 31’/1ºT (1-0); Sassá, 43’/2ºT (1-1)

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por