Em 14/05/2017 às 11 h51

Novidade na Série C, Brasileirinho traça meta para 10 anos: ser campeão mundial

Presidente do clube, Pedro Leopoldo sonha alto: "Não é utopia. É realidade"


Autor: Gabriel Farias / Fotos: Claudio Burger e Divulgação

Um dos quatro novos filiados à Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FERJ) em 2017, o Brasileirinho está garantido na disputa da Série C do Campeonato Carioca, que começa em 9 de julho. Estar no último escalão do fuebol estadual, no entanto, não impede o presidente Pedro Leopoldo de sonhar alto. O projeto a longo prazo, segundo o dirigente, consiste em ser campeão do Mundial de Clubes da FIFA em 2027. Delírio? Não para o dirigente.

- Estamos com um objetivo no projeto 2017 para 2027. Pode ser uma coisa aleatória, mas nosso objetivo é ser campeão mundial FIFA. Está cedo para falar disso, mas existe um atalho enorme. Se a gente conseguir vaga para a Série B (do Rio), Copa Rio, Copa do Brasil... isso não é uma utopia. É realidade - garante.

Mas antes de estar entre os principais clubes do mundo, o Brasileirinho precisa iniciar sua escalada no Rio de Janeiro. A Série C - que agora é a Quarta Divisão do estado - promete ser acirrada. São 17 clubes confirmados na disputa. Mesmo sendo estreante, Pedro Leopoldo garante que sua equipe vem para conquistar o acesso.

- O Brasileirinho está com seu planejamento, treinando com profissional e sub-20 no Fundão (Wilson Diniz é o treinador do time principal). Estamos prontos para a competição. Nós estamos vindo para a competição não só para participar, mas para ficar entre os quatro (que conquistam o acesso). Esse é nosso objetivo.

Antes de assegurar a filiação profissional, o Brasileirinho participava da principal competição amadora do Rio de Janeiro, promovida pela FERJ: o Campeonato Amador da Capital. Experiência valiosa para o Brasileirinho, que antes tinha apenas como intuito ser um projeto social que proporcionasse oportunidades a jovens de comunidades carentes.

image

- O Campeonato Amador da Capital é um laboratório, porque não existe muito apoio de ninguém. E para fazer o Amador da Capital, a gente se doa muito. Na Série C não é muito diferente disso, só que é a parte profissional. Existem coisas que temos que mudar, mas foi um aprendizado muito grande. Estamos com estrutura. Não estamos fazendo teste, experiência - assegura.

A estreia do Brasileirinho na Série C do Carioca acontece em 9 de julho, diante do Casimiro de Abreu.

Tags: Brasileirinho, Carioca Série C

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por