Em 19/05/2017 às 16 h46

Rodrigo Caetano se desculpa com torcida por eliminação da Libertadores

Dirigente prometeu muita luta para o Flamengo voltar a ser campeão esse ano


Autor: Redação FutRio / Foto: Gilvan de Souza (CRF)

Uma temporada que tinha tudo para se tornar mágica, começou a sofrer percalços por causa da eliminação na Libertadores, ainda na fase de grupos. Porém, a temporada do Flamengo ainda é longa e o Mais Querido tem em disputa o Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil, a Primeira Liga e a Sul-Americana - por ter ficado na terceira posição em sua chave na Libertadores. Nesta sexta-feira (19), o diretor executivo de futebol falou com a imprensa e não escondeu a decepção com a eliminação precoce.
 
- Foi um golpe duro demais, porque nosso planejamento vem desde o ano passado. A Libertadores começou no ano passado, quando ficamos em terceiro no Brasileiro. Nos planejamos, sabíamos que estávamos num grupo dificílimo, mas chegamos com chances e dependíamos só de nós. Tinha a esperança de se chegar longe. Cabe a nós lambermos nossas feridas. Tivemos reunião importante e proveitosa, porque o Flamengo passa a ser avaliado de acordo com a reação que terá. Temos Brasileiro, Copa do Brasil, e a obrigação do Flamengo é voltar à Libertadores. No nosso entendimento é que a presença constante no torneio mais importante da América permitirá que a gente volte a conquistá-lo - disse o dirigente, que prosseguiu.
 
- Creditamos nossa eliminação a incapacidade de não fazer pontos fora de casa. Teve o componente do nosso torcedor, que fez a diferença em casa. Os torcedores estão magoados, como todos nós. A frustração é muito grande, ela é enorme. Entendíamos que tínhamos totais condições de seguir adiante. Se a frustração é grande, é porque a expectativa era grande - frisou.
 
Estrangeiros que não rendem o esperado

Com a eliminação, muitas criticas surgiram em cima do elenco do Flamengo, que era tido como um dos melhores do Brasil. A cobrança também apareceu para a diretoria, que contratou jogadores que até agora não conseguiram emplacar no clube. Alguns deles, estrangeiros que custaram altos valores aos cofres do clube - como Mancuello, Cuéllar, Berrío e Donatti. Rodrigo Caetano explicou a questão das contratações do clube.
 
- O Flamengo não contrata de forma pessoal. Há todo um processo. O Cuéllar é um volante que na chegada do Muricy foi identificado como bom valor, foi vice-mundial sub-20 pela Colômbia. Existe disputa interna. Mancuello era disputado por muitas equipes, capitão, jogou na Seleção. Donatti foi eleito melhor zagueiro da última Libertadores. Berrío participou da última Libertadores em que foi campeão. O grupo espera o retorno deles. Podíamos citar outros que vieram sem custo, mas entendemos que nesse momento fale-se disso. Donatti esteve lesionado, Mancuello esteve lesionado. Qualquer atleta que chega aqui é o Flamengo que contrata. Às vezes funciona de acordo com o que é eleito de carência. Você identifica que posições são necessidades, aí se mapeia o mercado mundial, como o brasileiro. É muito mais difícil ter um atleta em destaque no Brasil do que em relação ao mercado sul-americano. Jogadores que tiveram destaque recente. A gente monta da melhor possibilidade o elenco. Se vão jogar ou não, independentemente da condição, eles vão jogar de acordo com avaliação técnica - ressaltou.
 
Segundo tempo ruim contra o San Lorenzo

Rodrigo Caetano não escondeu a fraca atuação da equipe, principalmente no segundo tempo da partida contra o San Lorenzo, mas lembrou que o Flamengo sofreu com muitos desfalques nos últimos jogos da equipe.
 
- De todas as seis partidas na Libertadores, posso dizer que o Fla fez um segundo tempo aquém das suas expectativas contra o San Lorenzo. Isso é fato. Mas isso não foi falta de vontade, jamais. Eram jogadores chorando, todos nós juntos tentando recuperar os cacos. Que fique clara essa dor. Isso é colocar em xeque o nível de profissionalismo que aqui se tem. Chegamos num jogo decisivo que não deveria ter sido nesse contexto. Se tivéssemos feito um ponto sequer fora de casa, talvez esse jogo não significasse o que significou. O Fla chegou com atletas desgastados. Diego se machucou, Mancuello e Donatti estavam voltando de lesões - afirmou.
 
image

Brasileiro é obrigação?

Com a eliminação, grande parte da torcida do Flamengo se revoltou e relembrou uma velha cobrança aos jogadores, de que "O Brasileiro é obrigação". Rodrigo Caetano não compartilhou do pedido, lembrou que a competição é muito difícil, mas garantiu que o Rubro-Negro vai fazer de tudo para ganhar mais um título este ano.
 
- Muito difícil falar que se tornou uma obrigação conquistar um campeonato, que, além de longo, é muito difícil. Temos de voltar à Libertadores, até porque estando no torneio todos os anos você se aproxima mais de um título. Para você atingir a vaga, tem que brigar em cima. Vamos tentar de todas as formas o título do Brasileiro ou da Copa do Brasil. O Flamengo quer conquistar mais títulos do que somente o Carioca. Se for o Brasileiro, muito bom, porque vamos encarar todos os jogos como finais - destacou.
 
Mensagem para a torcida

Por fim, Rodrigo Caetano afirmou que está sentindo o mesmo sentimento do torcedor, disse entender a dor dos torcedores, mas pediu para que o apoio não diminua, pois o Flamengo vai fazer de tudo para ganhar mais títulos nessa temporada.
 
- O sentimento do torcedor é o nosso. Essa frustração, essa indignação. Uso a palavra frustração porque você só se frustra com o que entende que é possível. Tenho absoluta certeza de que a torcida quer poder de reação no time. Se a equipe mostrá-lo, buscaremos as primeiras colocações. O torcedor virá, nunca deixou de estar ao nosso lado. Não houve qualquer tipo de manifestação que a equipe não honrou a camisa. O torcedor que se sentir representado por essa equipe - finalizou.
 
Em meio a pressão com a eliminação da Libertadores, o Flamengo encara o Atlético (GO) neste sábado (20), às 19h, no Serra Dourada, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. A Rádio FutRio transmite.

Tags: Flamengo, Libertadores

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por