Em 25/08/2017 às 13 h58

Felício escancara crise no Paraíba do Sul: "Tem que ter mais profissionalismo"

Na última partida, diante do Campo Grande, clube relacionou apenas 10 jogadores


Autor: Caio Figueroa e Luis Miguel Ferreira / Foto: Luis Miguel Ferreira (FutRio)

A preparação do Paraíba do Sul para a Série C do Campeonato Carioca chamou atenção para o que é a competição mais modesta do calendário profissional do Rio de Janeiro. Fábio Paim, ex-Chelsea (ING) e Sporting (POR), Adriano Felício, ex-Botafogo, e Edinho, ex-Vasco da Gama, foram alguns dos atletas que formariam o plantel.

Passadas seis rodadas, o português ainda não estreou e os dois outros veteranos tentam segurar as pontas no clube. O Paraíba tem ido para os jogos com número reduzido de atletas, mas na última partida se superou e relacionou apenas 10 jogadores para partida diante do Campo Grande, que venceu por 5 a 3.

A situação escancara a crise. Vários jogadores que vinham atuando foram para Portugal e outros tantos vem tendo problemas com inscrições. Para piorar, o Paraíba não treinou nos dias que antecederam o confronto contra o Campo Grande e os atletas que viviam em acomodações do clube na própria cidade de Paraíba do Sul tiveram que se retirar, como conta o volante Adriano Felício.

- A gente tinha uma concentração em Paraíba do Sul onde os jogadores que não são de Paraíba do Sul estavam morando há dois ou três meses e eles já não estão mais lá, foram para Juíz de Fora (MG). Só restou (no time) quem é de Paraíba do Sul. Estamos nos sacrificando o máximo que podemos, mas assim está ficando difícil. Tem que ter mais profissionalismo para que a gente possa buscar os resultados dentro de campo - protestou Felício.

A promessa é de que o time tenha jogadores regularizados em breve, pelo menos foi o que disse o técnico Jorge Luiz em entrevista à reportagem do FutRio.net. O caráter é emergencial, uma vez que o Paraíba do Sul já volta a campo na próxima quinta-feira (31), quando, pela oitava rodada da Série C do Carioca, vai enfrentar o Tomazinho, no Louzadão.

- A gente espera que novos jogadores sejam inscritos o mais rápido possível. O primeiro turno já foi, ficou como experiência. Perdemos o primeiro jogo por WO, nos outros tivemos 13, 14 jogadores, ontem (24/08) com 10... a dificuldade é grande. Se inscrevermos todos os jogadores, tenho certeza que o segundo turno vai ser diferente porque temos uma equipe forte - decretou Adriano Felício.

Tags: Paraíba do Sul

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por