Em 14/11/2017 às 19 h09

Léo Franco minimiza críticas da torcida do Itaboraí, mas agradece a ex-clube

Jogador diz que Águia do Leste Fluminense lhe abriu portas no Rio de Janeiro


Autor: Renan Mafra / Foto: Marcio Menezes (AFC)

Para chegar a Série A do Campeonato Carioca, uma das maiores barreiras que o America teve que superar foi o Itaboraí, na final da Taça Corcovado, aonde o Mecão buscou o empate nos acréscimos, com muita polêmica pela atuação do árbitro João Batista de Arruda. A Águia teve dois pênaltis marcados contra si no fim, um desperdiçado por Léo Rocha e outro convertido por Allan. Após dois meses da inesquecível final, muitos jogadores do Itaboraí seguiram seu caminho e o meia Léo Franco acertou com o America para jogar a Série A, o que irritou torcedores da ADI.

Alguns fãs o criticaram nas redes sociais por escolher o time rubro depois de toda a polêmica. Porém, o jogador afirmou que não é muito adepto da internet, agradeceu muito pela porta aberta pelo Itaboraí, mas ressaltou que é profissional e precisa seguir sua carreira.
 
– Particularmente, não acompanho muito redes sociais. Devo muito ao Itaboraí, me colocou no cenário do futebol carioca, eu ainda não tinha atuado aqui. Agradeço muito a eles, mas somos profissionais. Minha família depende do meu trabalho, tenho esposa e filha. Nós, jogadores, queremos sempre estar no melhor clube possível. Aqui no Rio, quem me procurou foi o America e vou honrar a camisa como honrei a do Itaboraí – destacou o atleta, que revelou ter sido muito bem recebido no seu novo clube:
 
– Agradeço pelo esforço do America por minha contratação. Estou feliz com esse projeto, o clube busca superar a Seletiva e participar da primeira divisão de novo. Vamos enfrentar esses cinco jogos como se fossem cinco finais.
 
Para ser titular, Léo Franco terá uma grande concorrência no meio campo, com Léo Rocha, Assis, Nivaldo, Romarinho e Léo, que subiu da equipe de juniores. Ele não teme a disputa que está por vir.
 
– Com essa concorrência no meio-campo, só quem ganha é o America. Vou fazer de tudo para procurar o meu espaço. Recebi outras propostas, mas optei por seguir no Rio para abraçar esse desafio. O Lucho observou muito bem jogadores para serem contratados e estamos mesclando com os jovens da base e os que permaneceram – explicou.
 
Neste feriado de 15 de novembro, os jogadores não terão refresco e treinam normalmente no Estádio Giulite Coutinho, no período da manhã.

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por