Em 03/12/2017 às 19 h30

EDITORIAL: FutRio.net é impedido de transmitir partida em Moça Bonita

Cabine estava fechada para membros de imprensa que não fossem ligados à FFERJ


Autor: Redação FutRio

image

Neste domingo (3), o FutRio.net, que transmite jogos de todas as divisões do futebol carioca, foi impedido de fazer seu trabalho no Estádio de Moça Bonita. A transmissão do jogo entre as seleções de Rio de Janeiro e Paraíba, pela Copa de Seleções Estaduais Sub-20, não aconteceu por causa de um impedimento arbitrário e administrativo, que não permitiu à equipe da Rádio FutRio adentrar a cabine de imprensa Oswaldo Moreira. A justificativa recebida foi de que apenas os veículos oficiais da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ) estavam liberados para transmitir o jogo, sem que houvesse, porém, qualquer comunicado ou aviso prévio sobre este impedimento, num claro cerceamento à liberdade de imprensa. Com isso, apesar do deslocamento da equipe a Bangu, tudo que se viu pela frente foi uma porta fechada.

A proibição da transmissão foi o ponto máximo de uma pequena novela em três capítulos. Na última quarta-feira, 29 de novembro, a Rádio FutRio transmitiu normalmente o jogo entre as seleções do Piauí e da Paraíba, vencido pelos piauienses por 3 a 2. Na ocasião, nenhum outro órgão de imprensa estava no local e não houve qualquer restrição ao acesso da equipe. Dois dias depois, a seleção do Rio de Janeiro estrearia contra a seleção do Piauí. Na véspera do confronto, o diretor-executivo do FutRio.net, Rogério Nunes, recebeu um e-mail do Dr. Sandro Maurício de Abreu Trindade, advogado da FFERJ, em que a entidade desautorizava a transmissão por TV ao vivo (leia a íntegra do e-mail ao fim do editorial), o que era planejado e chegou a ser anunciado pelo FutRio. A justificativa recaía sobre a cessão de imagem dos jogadores da seleção carioca sub-20, que pertenceria à Federação, mesmo se tratando de um campeonato organizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Em respeito ao e-mail, o FutRio.net realizaria a transmissão novamente apenas via rádio.

No dia de Rio de Janeiro x Piauí, 1º de dezembro, a equipe da Rádio FutRio chegou a Moça Bonita e encontrou os primeiros obstáculos. Inicialmente, os jornalistas foram barrados na entrada da cabine de imprensa, que estava com a porta trancada, sob a alegação de que apenas os veículos oficiais da Federação (TV FFERJ e Rádio FFERJ) poderiam transmitir a partida. Como a restrição prévia apenas citava o impedimento da veiculação das imagens ao vivo, o FutRio.net entrou em contato com o diretor de competições da FFERJ, Marcelo Vianna, que por sua vez acionou o Dr. Sandro Trindade, que esclareceu o imbróglio, ratificando que a Rádio FutRio estava liberada para transmitir a partida ao vivo. A transmissão ocorreu normalmente e foi iniciada às 15h45. Posteriormente, o jogo foi vencido pelo Rio de Janeiro por 2 a 0.

image

Neste domingo, a equipe da Rádio FutRio chegou a Moça Bonita às 14h40. Ao chegar à cabine, mais uma vez, a porta estava trancada e os veículos oficiais posicionados para iniciarem seus trabalhos (foto acima). Novamente, buscou-se uma solução e o administrador do estádio, Sr. Leandro, foi procurado para que pudesse ceder a chave e abrir a cabine. No entanto, veio a surpreendente resposta de que o FutRio.net - e qualquer outro órgão de imprensa a não ser os oficiais - estaria impedido de transmitir o jogo, mesmo apenas via rádio. Para que a cabine se mantivesse fechada a outros jornalistas, a TV FFERJ e a Rádio FFERJ acessaram a cabine através do camarote da presidência do Bangu Atlético Clube. Perguntado sobre quem havia impedido o acesso via cabine, o Sr. Leandro evidenciou a exclusividade dos órgãos oficiais e que a ordem partiu do presidente do Bangu, Jorge Varella. Com isso, a transmissão foi cancelada e o trabalho do FutRio cerceado por conta de uma arbitariedade, indo contra a liberdade de imprensa e as leis que regem o esporte no país.

A Lei 9.615/98 (Lei Pelé), cita em seu artigo 90-F.: "Os profissionais credenciados pelas Associações de Cronistas Esportivos quando em serviço têm acesso a praças, estádios e ginásios desportivos em todo o território nacional, obrigando-se a ocupar locais a eles reservados pelas respectivas entidades de administração do desporto". Todos os profissionais do FutRio.net presentes a Moça Bonita neste domingo estavam devidamente credenciados e regularizados para exercerem seu trabalho. Ainda assim, foram impedidos de frequentarem a área que lhes é destinada por direito e que ficou exclusiva à TV e à rádio da FFERJ. Além disso, apesar das restrições à TV, não há qualquer impedimento a transmissões radiofônicas, uma vez que não existe a prerrogativa de direitos de imagem. Coberturas por rádio visam somente passar informações com dinamismo e com alcance amplo, a todo o território nacional e a todo mundo, através da internet. Vale lembrar, novamente, que a Copa de Seleções Estaduais Sub-20 é um torneio organizado pela CBF.

O FutRio.net lamenta, em pleno Século XXI, advento da internet, das facilidades de acesso à informação, da redemocratização da mídia e da livre concorrência - sobretudo em transmissões esportivas -, ser impedido de simplesmente exercer o seu trabalho, com a credibilidade e isenção que pautaram o site nos últimos dez anos. Mesmo entendendo que muitas situações vividas nesta última década eram incompatíveis à prática do bom futebol profissional e a uma boa estrutura para o trabalho de cobertura destes eventos, o FutRio sempre se notabilizou por superar dificuldades e levar as informações de todos os clubes, sem distinção, acompanhando partidas de todas as divisões, em todos os estádios e com qualquer condição encontrada, da melhor à pior. Sempre em respeito ao futebol, aos clubes e aos torcedores. Aliás, nos últimos dez anos, determinadas competições estaduais que envolvem clubes de menor investimento ganharam significância e notoriedade junto à mídia graças ao trabalho incessante do FutRio de cada vez mais se dedicar e ter frequência nas transmissões de jogos ao vivo. Trabalho este reconhecido pela própria Federação. O FutRio.net também se reserva à liberdade de representar a imprensa como um todo, inclusive as rádios que acompanham os mesmos campeonatos e que também estariam impedidas de trabalhar caso lá estivessem, por causa deste cerceamento.

Aproveitando a oportunidade, o FutRio.net se desculpa junto a torcedores de Olaria, America, Bangu, Portuguesa, Itaboraí, Audax Rio e Goytacaz, clubes cujos jogadores fazem parte da seleção carioca sub-20 - torcedores estes que não puderam acompanhar seus atletas - e aos torcedores paraibanos, que já tinham acompanhado o jogo de estreia na competição graças a um trabalho exclusivo da Rádio FutRio e que perderam assim um canal alternativo para uma transmissão isenta, apesar do FutRio.net acompanhar os clubes do Rio de Janeiro. A Rádio FutRio e a TV FutRio seguirão seu trabalho com dignidade e respeito a todos os clubes, entidades e liminares, esperando que, daqui em diante, a concorrência passe a ser o principal campo de disputa pela audiência e que nenhuma porta volte a se fechar para que essa concorrência exista no futuro. Assim, o público, nosso principal alvo, poderá escolher onde acompanhar e exercer sua paixão por futebol.

A equipe do FutRio.net


image

Tags: FutRio

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por