Em 06/12/2017 às 09 h18

Allan e Tiago Amaral têm missão de alcançar "imortais" no próximo Estadual

No Século XXI, atacantes só têm menos gols marcados que Romário e Fred


Autor: Gabriel Andrezo / Foto: Arte FutRio

Que Allan Barreto e Tiago Amaral são sinônimo de gol no futebol carioca, não é novidade para ninguém. Goleadores de sucesso há pelo menos dez anos, os dois estarão em campo no Campeonato Carioca, que começa no próximo dia 20. Além de darem, respectivamente, a America e Portuguesa uma posição de respeito no torneio, eles entrarão em campo por um objetivo ainda maior, pelo menos individualmente – e do qual talvez não tenham se dado conta: chegar um pouco mais perto da artilharia máxima nos campos fluminenses durante o Século XXI. Ser o maior artilheiro do Rio de 2001 para cá. E isso, mesmo que a longo prazo, é possível.

O feito fica maior quando se percebe que os líderes da lista em questão são ninguém menos que Romário e Fred, dois dos maiores atacantes que já passaram pelo Rio de Janeiro. Allan e Tiago, notórios goleadores, poderão encurtar esta distância. O já aposentado Baixinho é o número um, com 179 gols, seguido de perto por "Fredgol", que soma 172. Allan é o atual favorito a destronar os grandes ídolos, somando 147 tentos, enquanto Tiago Amaral já marcou 120 vezes. Tiago, aliás, ultrapassou recentemente o craque Dodô, que marcou 119 gols por Botafogo, Fluminense, Vasco e Barra da Tijuca.

Allan e Tiago Amaral, aliás, já terminaram o ano como maiores goleadores do futebol carioca. O primeiro, hoje no America, conquistou o feito em 2015, ao balançar a rede 25 vezes pela Portuguesa. Tiago, por sua vez, foi o artilheiro da temporada de 2009, ano em que marcou 23 gols com a camisa do Castelo Branco. Números que mostram o quanto colocar a bola na rede é costumeiro para estes dois que, curiosamente, nunca jogaram juntos pelo mesmo clube.

É claro que a temporada de 2018, por melhor que seja, dificilmente irá servir para que Romário e Fred percam essa supremacia logo de cara. Mas a simples proximidade a estas duas lendas, uma vez que praticamente todos os gols de Allan e Tiago foram marcados por clubes de menor investimento, já mostra a grandeza e a importância de ambos como artilheiros. Sorte de americanos e lusitanos.

Tags: America, Portuguesa

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por