Em 13/01/2018 às 09 h23

Briga entre Eurico Miranda e Júlio Brant deixa futuro do Vasco nebuloso

Clima político no clube pode atrapalhar temporada de 2018 do Cruzmaltino


Autor: Renan Mafra / Fotos: Divulgação e Reprodução

Uma guerra que estava declarada desde o início de 2017, ano de eleição no Vasco, explodiu de vez esta semana. Com a decisão da justiça de anular os votos da urna 7, Julio Brant será o novo presidente do Vasco. Na manhã desta sexta-feira (12), ele convocou a imprensa para uma entrevista coletiva, onde fez várias acusações a Eurico Miranda, acusando o atual mandatário de querer deixar um campo minado em São Januário.

- O que estão fazendo é criando o caos. A intenção da situação é esticar o máximo possível a gestão deles, para evitar que a gente fale com o mercado, para evitar que a gente tome medidas dentro do Vasco. Mas não se preocupe. Vamos pegar o caos e resolvê-lo. Vamos entrar suando, adrenalina lá no alto e vamos resolver. Se estivesse tudo calminho era mais confortável. Mas se quiséssemos conforto não estaríamos aqui. Para vocês que estão tentando fazer o caos, não temos medo - declarou Brant, que prosseguiu.

- Estamos vendo a venda de jogadores. Empresários estão sendo chamados para aumentar o salário dos atletas da base por valores fora de mercado. Mostra o quão maldosa é a intenção. A preocupação não é pelo Vasco. Mas vamos trabalhar para reverter isso. Qualquer negociação é claramente prejudicial, será revertida. Fica o recado para os empresários e os gestores de empresas que fazem negociações com o clube num momento como esse. É até antiético você fazer negociações deste tipo, na situação que o clube vive. Qualquer um que tenha ética se negaria a fazer.

image

Júlio Brant também acusou a atual gestão de desmontar o Centro Avançado de Prevenção, Reabilitação e Rendimento Esportivo (Caprres), que é referencia no mundo do futebol, e criticou ainda a importância que foi dada às pessoas responsáveis por gerir o local.

- Já tiraram o Caprres de São Januário. Não é e nunca foi do Vasco, pelo o que parece. E não é questão de nós querermos ou não. Mas vamos montar estrutura nova. Estrutura de apoio, como é o Craprres, não tem de ter nome. Quem aparece é o jogador. O presidente tem de trabalhar atrás do palco. Essa história de Caprres, fisiologista famoso, tem de acabar. Famoso e artista é o jogador. Não vai ter Caprres. Vai ter um puta trabalho bem feito de fisiologia. Não tem nome. Criaram um nome para beneficiar A, B ou C, mas o resultado não foi o esperado. Que tire o nome e tenha o resultado - ressaltou.

Eurico Miranda não perde tempo e rebate Brant

Depois de todas as acusações de Júlio Brant, não demorou para Eurico Miranda se posicionar. Em entrevista coletiva no período da tarde, em São Januário, o ainda mandatário cruzmaltino, rebateu o opositor e afirmou que ele não o desrespeitou, mas sim ao Vasco.

- Vocês (jornalistas) agora vão falar com o presidente do Vasco. Antes, falaram com um irresponsável. Tem que separar as coisas. Não gostaria de estar aqui, mas tenho que responder esse irresponsável, leviano e mais outras coisas. Se pensa que me atingiu... não, está denegrindo o Vasco. Quando digo que é irresponsável, é porque atingiu o Vasco. Primeiro, eles que fomentam essas denúncias. Material do Vasco desviado, jogando no ar acusações fortes. Tenho mais de 600 funcionários, a maioria humildes, acusados de vender material - retrucou o mandatário do clube, que seguiu com as críticas.

image

- Quem é ele para ser o presidente do Vasco? Pode até querer ser, mas ainda vai ser intitulado. Primeiro que o presidente do Vasco não morreu. Está aqui e sou eu. Ninguém chega aqui e entra. Só quem tem direito. Fala para ele tirar o cavalinho da chuva.

Outra situação rebatida por Eurico Miranda foram as acusações de Júlio Brant sobre o suposto desmonte do Caprres. O presidente cruzmaltino revelou que todo o material foi levado para o CT que o Vasco está fazendo a pré-temporada, em Vargem Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

- O material do Caprres foi levado para o CT para que pudesse ser utilizado na preparação do time. Os jogadores não voltam para cá. Estamos fazendo a queixa-crime. Tem que prender quem faz essas acusações indevidamente. O material está todo lá no CT - disse.

Entenda o longo imbróglio

Toda confusão começou quando a urna 7 foi separada e analisada pela justiça porque houve suspeita no alto número de adesão de sócios entre novembro e dezembro de 2015, último período para poder se associar e votar na eleição. A ação judicial foi tomada por Fernando Horta, que desistiu da candidatura no meio do pleito e passou a apoiar Julio Brant. Sem contar os votos da urna suspeita, Brant foi o vencedor das eleições com 1935 votos contra 1683 de Eurico Miranda.

image

De fato, a urna polêmica fez a diferença no resultado final. Nela, Eurico Miranda teve 428 votos, Julio Brant 42, e Fernando Horta quatro. Nas outras seis urnas - com exceção da de número seis, onde Brant teve o dobro de votos em relação a Eurico -, a disputa de votos sempre foi muito equilibrada, com o candidato da oposição sendo vitorioso em três oportunidades e o atual mandatário em duas.

No dia 18 de dezembro, a desembargadora Márcia Alvarenga, da 12ª Câmara Cível, decidiu invalidar os votos da polêmica urna 7 e, com isso, Julio Brant passou a ser o vencedor das eleições cruzmaltinas. O mandato de Eurico Miranda se encerra na próxima terça-feira (16) de janeiro. No dia 22 está prevista a reunião do Conselho Deliberativo, que confirmará Brant como novo presidente do clube.

Porém, a atual diretoria do Vasco ingressou com um pedido de mandado de segurança no Superior Tribunal de Justiça, em Brasília, para tentar reverter a decisão que favorece a chapa de Júlio Brant. A expectativa é de a resposta saia justamente na próxima terça, último dia de mandato de Eurico Miranda.

No meio dessa guerra política, o Vasco segue se preparando para o Campeonato Carioca. O Gigante da Colina estreia contra o Bangu, na próxima quinta-feira (18), em São Januário.

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por