Em 14/02/2018 às 10 h09

Como fica? Volta de Erick Flores deixa Àllax "contra a parede" no Boavista

São, pelo menos, cinco jogadores para três vagas na linha de criação


Autor: Gabriel Farias / Fotos: Nayra Halm (fotodojogo)

Os dias passam e a final da Taça Guanabara vai ficando cada vez mais perto para o Boavista. Consequentemente, reduz-se o tempo para Eduardo Àllax decidir qual equipe colocará em campo. Às vésperas da decisão, o treinador convive com a chamada "dor de cabeça positiva", com opções de sobra para montar a formação que enfrentará o Flamengo.

O principal ponto de questionamento que ronda a cabeça do comandante está na linha de três criadores do 4-2-3-1 no qual o Verdão atua. Na semifinal contra o Bangu o trio foi formado por Lucas, Fellype Gabriel e Cláudio Maradona. O desempenho foi bom, com os dois primeiros participando das principais jogadas de ataque - Lucas deu uma assistência, enquanto Fellype fez os dois gols do empate em 2 a 2. Maradona, por sua vez, obteve maior destaque na parte tática.

VEJA TAMBÉM:
Período voltado para treinamentos é visto de maneira positiva no Boavista


A manutenção seria o caminho mais natural? Não é tão simples assim, já que Erick Flores, titular nos cinco jogos anteriores, esteve suspenso na ocasião. A tendência é que ele recupere o posto no onze inicial de Eduardo Àllax. E aí, fica a dúvida: quem deixa o time titular? Lucas, Fellype Gabriel ou Maradona?

- O grupo é muito forte. Temos um grupo e não só um ou outro jogador. Quem está entrando vem dando conta do recado, mas acho que minha vaguinha está guardada ali - disse Erick Flores.

Uma das melhores definições sobre como está a cabeça de Eduardo Àllax neste momento veio de Lucas, que definiu a mente do comandante como um "trevo". O garoto ficou a maior parte da Taça Guanabara entre os reservas, mas brilhou de maneira decisiva ao ser acionado, como na vitória sobre o Madureira, por 1 a 0, quando fez um gol olímpico. Diante do Bangu, foi preponderante mais uma vez, fazendo bela jogada no primeiro gol de Fellype Gabriel.

- Isso só depende do treinador. Está um trevo na cabeça dele, mas o negócio é continuar trabalhando e ficar firme.

image

Caio Cezar corre por fora

Outra opção para formar o trio criativo do Boavista seria Caio Cezar. O atacante foi titular durante toda fase classificatória, mas perdeu a vaga entre os titulares justamente na semifinal, dando lugar a Lucas. No entanto, acabou entrando em campo ainda no primeiro tempo, após Leandrão se contundir. Livre de vaidade, ele garante não ter se incomodado com a barração.

- A equipe está de parabéns em tudo. É um grupo muito forte, muito unido, independente dos 11 que entram jogando. Quem vem para ajudar no banco, está sempre atento. Não são só 11, são os 18. Todo mundo está preparado para poder ajudar, independente do nome que estiver ali na lista - garantiu.

Boavista e Flamengo decidem o rumo da Taça Guanabara no próximo domingo (18), às 17h. O confronto será no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo. A Rádio FutRio transmite.

A concorrência em números:

Erick Flores: 5 jogos e 2 gols
Fellype Gabriel: 2 jogos e 3 gols
Lucas: 4 jogos e 1 gol
Cláudio Maradona: 6 jogos e nenhum gol
Caio Cezar: 6 jogos e nenhum gol

Tags: Boavista, Carioca Série A

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por