Em 13/03/2018 às 13 h12

Dos 60 jogos da fase principal do Carioca, mandantes venceram apenas 24

Levantamento leva em consideração apenas as partidas classificatórias dos turnos


Autor: Gabriel Farias / Fotos: Lucas Merçon (FFC) e Bernardo Gleizer (NIFC)

O último Brasileirão chamou atenção para o alto número de vitórias dos visitantes na competição. Nunca antes na história da elite nacional tinha se observado um desempenho tão interessante dos "forasteiros". E o Campeonato Carioca de 2018 vai seguindo a mesma tendência. Levando em consideração a etapa principal - com apenas os jogos das fases classificatórias da Taça Guanabara e Taça Rio -, são 60 partidas ao todo, com apenas 24 vitórias de mandantes, 19 derrotas e 17 empates.

image

Ao todo, os visitantes conquistaram 74 pontos, contra 89 dos mandantes. Se os números forem levados em conta de maneira fria, qualificando o empate em casa como tropeço, são 36 oportunidades (mais que a metade dos 60 confrontos), em que os donos da casa não conseguiram confirmar o favoritismo que existe, em tese.

Parte da explicação para um baixo aproveitamento dos mandantes está na dificuldade que alguns times do Estadual possuem em utilizar seus próprios estádios. O Madureira, por exemplo, é o pior participante neste quesito. Em seis jogos "em casa", foram dois empates e quatro derrotas. Destes confrontos, três aconteceram longe da Rua Conselheiro Galvão (contra Boavista, Fluminense e Vasco). Não coincidentemente, o Tricolor Suburbano saiu derrotado em todos estes compromissos.

O Madureira não conseguiu liberar seu estádio para encarar os grandes. Para piorar a situação, em virtude das exigências da emissora de televisão que detém os direitos do Campeonato Carioca, também não foi possível receber o Boavista, ainda na Taça GB, em sua sede. O confronto, que foi transmitido pela TV fechada, teve que ser levado para Moça Bonita em virtude de imposições técnicas para alocação de equipamentos.

Outro clube que vem sofrendo com situação similar a do Madureira é a Portuguesa, mas por um caso fortuito. As fortes chuvas que atingiram o Rio de Janeiro há cerca de um mês derrubaram duas torres de iluminação no Estádio Luso Brasileiro. Com a interdição do local, os últimos três jogos dos insulanos como mandantes aconteceram no Giulite Coutinho, em Mesquita.

image

No caso da Lusa, o dado curioso é que a equipe subiu de rendimento mesmo mandando seus jogos numa casa que não é sua. No Luso Brasileiro, apenas um ponto havia sido conquistado em dois jogos. Já em Edson Passos, foram duas vitórias em três rodadas por lá, ou seja, seis pontos em nove disputados.

Cabofriense, Nova Iguaçu, Boavista, Flamengo, Vasco e Fluminense também não jogaram todos os jogos em que tiveram o mando em seus respectivos estádios, seja por impedimento da emissora de TV ou por mera escolha, como o Cruzmaltino, que vendeu o mando da partida contra o Boavista para Cariacica. O Flu é o chamado "cigano" do Estadual. Em seis jogos como mandante, utilizou quatro praças diferentes: Maracanã (2), Los Larios (2), Arena Pantanal e Giulite Coutinho.

Flamengo: melhor mandante e visitante

Levando em conta os aproveitamentos obtidos e não a pontuação - já que as equipes possuem números diferentes de jogos em casa e fora -, o Rubro-Negro lidera a classificação nas duas frentes. Não à toa, também é o melhor time no geral. Chama atenção também o desempenho às avessas do Bangu, que é o vice-lanterna entre os mandantes (três pontos em 12 disputados, sem vitórias em Moça Bonita), e quinto melhor visitante (10 pontos obtidos em 18 no total).

Confira as classificações:

Mandantes:

1º - Flamengo: 86,7% (13 pontos em 5 jogos)
2º - Fluminense: 77,8% (14 pontos em 6 jogos)
3º - Botafogo: 73,3% (11 pontos em 5 jogos)
4º - Vasco: 72,2% (13 pontos em 6 jogos)
5º - Cabofriense: 50% (6 pontos em 4 jogos)
6º - Portuguesa: 46,7% (7 pontos em 5 jogos)
7º - Boavista: 40% (6 pontos em 5 jogos)
8º - Macaé: 33,3% (5 pontos em 5 jogos)
8º - Nova Iguaçu: 33,3% (5 pontos em 5 jogos)
10º - Volta Redonda: 33,3% (4 pontos em 4 jogos)
11º - Bangu: 25% (3 pontos em 4 jogos)
12º - Madureira: 16,7% (2 pontos em 6 jogos)

Visitantes:

1º - Flamengo: 60% (9 pontos em 5 jogos)
1º - Boavista: 60% (9 pontos pontos em 5 jogos)
3º - Portuguesa: 60% (9 pontos em 5 jogos)
4º - Fluminense: 58,3% (7 pontos em 4 jogos)
5º - Bangu: 55,6% (10 pontos em 6 jogos)
6º - Botafogo: 50% (6 pontos em 4 jogos)
7º - Cabofriense: 38,9% (7 pontos em 6 jogos)
8º - Vasco: 33,3% (4 pontos em 4 jogos)
9º - Macaé: 26,7% (4 pontos em 5 jogos)
10º - Madureira: 25% (3 pontos em 4 jogos)
11º - Volta Redonda: 16,7% (3 pontos em 6 jogos)
12º - Nova Iguaçu: 6,7% (1 ponto em 5 jogos)

Tags: Carioca Série A

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por