Em 13/03/2018 às 15 h17

Victor Silva reconhece que panorama atual está acima da expectativa

Cabofriense, que conseguiu evitar Seletiva, sonha com Série D e semifinal de turno


Autor: Gabriel Farias / Foto: Bruninho Volotão

Junto do Macaé, a Cabofriense é uma das equipes que disputa a fase principal do Campeonato Carioca após superar a tão temida Seletiva. Até por isso, ingressou na elite da competição como "patinho feito". Com uma das folhas salariais mais enxutas, o objetivo era bem claro: não terminar nas duas primeiras colocações, evitando assim nova participação na preliminar do Estadual.

O objetivo prioritário foi alcançado com antecedência. Na antepenúltima rodada da Taça Rio, o Tricolor Praiano já havia eliminado qualquer risco de voltar à Seletiva. O que poucos imaginavam, no entanto, era que o time de Cabo Frio seria um dos protagonistas desta reta final. Com três vitórias seguidas (contra Macaé, Madureira e Portuguesa), os comandados de Antônio Carlos Roy se credenciaram a uma vaga na Série D de 2019 e também a avançar às semifinais do segundo turno.

VEJA TAMBÉM:
Cabofriense pede e FERJ transfere jogo contra Fluminense para Saquarema
Seleção FutRio: Cabofriense e Macaé se destacam por vitórias importantes
Tubarão desencanta em 2018 e destaca leveza de ambiente na Cabofriense


- A nossa meta, a gente sabe, desde o começo, era manter o time na fase principal. Mas, com o desenvolvimento do campeonato, foram surgindo chances e os resultados foram ajudando. Hoje temos chances de chegar na Série D (do Brasileiro de 2019) e nas semifinal (de turno) também. Vamos para a última rodada contra o Fluminense, tentar buscar. A oportunidade surgiu para a gente por merecimento, mas nosso planejamento era só permanecer mesmo - admite o zagueiro Victor Silva.

Para conseguir atingir as duas metas de momento, só a vitória interessa. Com relação à vaga na Série D do próximo ano, uma vitória da Cabofriense precisa estar combinada a uma derrota da Portuguesa ou a qualquer tropeço do Boavista. Já com relação às semifinais de turno, os rivais diretos são Vasco e Flamengo. Neste panorama, até um empate serviria para a Cabofriense, desde que o Flamengo seja derrotado na última rodada.

"Vamos para ganhar"

A vitória na última rodada da Taça Rio não é uma missão das mais fáceis. Será preciso bater o Fluminense, que só foi derrotado na primeira partida do Estadual, contra o Boavista, quando utilizou uma formação de reservas. Desde então o time da capital vem realizando campanha de recuperação, já garantido nas semifinais do Estadual via classificação geral.

Para a Cabofriense, vencer um grande não será novidade em 2018. Na Taça GB, o Tricolor Praiano derrotou o Vasco por 2 a 1, no Estádio Elcyr Resende, que mais uma vez será a casa da equipe num duelo de grande porte.

- A gente sabe que cada jogo é um jogo. Pode ser diferente, mas não temos outro resultado (só a vitória serve). A gente já se manteve na fase principal e vamos jogar para ganhar. Só temos a ganhar vencendo esse jogo. Vamos em busca da vitória simc- projetou Victor Silva.

Cabofriense x Fluminense, em Saquarema, acontece às 16h de domingo (18). O Placar FutRio faz a cobertura completa da última rodada de Taça Rio.

Tags: Cabofriense, Carioca Série A, Victor Silva

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por