Em 13/06/2018 às 11 h28

Sorato freia euforia e ainda vê margem para crescimento no Maricá na Série B2

Técnico projeta rendimento melhor apesar de goleadas nos dois primeiros jogos


Autor: Vitor Costa / Foto: Vitor Costa (FutRio)

O início de trajetória do Maricá na Série B2 do Estadual, por enquanto, beira a perfeição. Em dois jogos, foram duas vitórias convincentes - 3 a 0 sobre o Araruama, na estreia, e 4 a 0 sobre o Futuro Bem Próximo, nesta terça-feira (12), pela segunda rodada. O técnico Sorato, no entanto, não quer saber de euforia. Mesmo líder e com 100% de aproveitamento, o comandante vê margem para melhora e conta com um ritmo de trabalho mais forte nos próximos dias.

- Falei com os jogadores que o resultado (contra o Futuro) foi excepcional, especialmente pelas condições do gramado, mas existe uma margem de crescimento ainda. O trabalho será direcionado para isso. É importante não estar tão eufórico agora pois estamos apenas no início da competição, e temos procurado passar isso para os atletas. Tenho certeza que eles possuem essa consciência -afirmou o treinador.

Sorato destacou a superação dos atletas em meio ao estado do gramado do Marrentão, alvo de crítica de praticamente todas as equipes que por lá estiveram nas últimas rodadas entre Séries B1 e B2. Para ele, os atletas foram inteligentes para superar a adversidade e, ainda assim, tocar a bola no campo do Futuro Bem Próximo.

- Passamos uma ideia de jogo e eles assimilaram. Trabalhamos bem a bola em meio ao gramado irregular. Tivemos calma, tranquilidade, e conseguimos envolver o adversário, chegando aos gols. Foram três pontos importantíssimos para seguirmos na liderança, agora abrindo margem para o segundo colocado - exaltou.

Por conta do jogo do Brasil no domingo (17), a Série B2 só volta dia 24 de junho. Na data, o Maricá encara o Casimiro de Abreu, fora de casa, às 15h, no Ubirajara Reis. O Placar FutRio acompanha em tempo real.

Polêmica do pênalti: "Está tudo bem"

Se a vitória por 4 a 0 foi tranquila, dois atletas protagonizaram uma discussão rápida. Paulinho Fernandes e Rafael Castro, destaques do jogo, demoraram a chegar ao consenso de quem seria o batedor do segundo pênalti da partida (no primeiro, Castro cobrou e marcou). Paulinho desperdiçou, mas pegou o rebote e, na sequência do lance, deu assistência para o gol de Felipe Zuca.

- Os dois jogadores treinam. Na preleção, combinamos que o Paulinho Fernandes era a primeira opção e o Rafael Castro a segunda. Se algum não se sentisse bem, eles poderiam conversar entre si na hora. A gente vai ajustar isso, mas ficou tudo bem. Eles são muito amigos e não há problema no momento - garantiu Sorato.

Tags: Maricá, Carioca Série B2, Sorato

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por