Em 11/07/2018 às 09 h18

Dupla "Maraquino" brilha e marca 14 dos 25 gols do Americano na Segundona

Aquino preza pela regularidade; Maradona, por sua vez, cresce nas decisões


Autor: Gabriel Farias / Fotos: Check Fotógrafo

image

O título do Americano na Taça Santos Dumont premia um trabalho baseado numa comissão técnica de ponta e um elenco de qualidade, contando, é claro, com o apoio de sempre vindo das arquibancadas. Mas, sem dúvidas, em que pese o lado coletivo da conquista, é preciso reconhecer que a dupla de ataque formada por Cláudio Maradona e Maikon Aquino vem sendo essencial: dos 25 gols anotados pelo clube na Série B1, 14 vem deles.

A dupla "Maraquino" é um verdadeiro terror para os adversários. Dentro ou fora de casa, ambos se acostumaram a decidir. Aquino com maior regularidade ao longo de todo primeiro turno. Foram nove gols em 11 jogos, se aproximando da média de uma bola na rede por partida. Maradona, por outro lado, tem "apenas" cinco gols, porém foi decisivo ao marcar na semifinal contra o Friburguense e na decisão contra o Tigres, quando também deu o passe para o gol de Aquino, que garantiu o troféu.

VEJA TAMBÉM:
Americano já tem maior sequência de vitórias da História e pode ter novo recorde
Líderes do Americano cobram atrasados, mas dão voto de confiança à diretoria
Seleção FutRio JJ Invest B1: confira os melhores jogadores da Taça SD

Não se enganem. Apesar de ainda serem jovens, Maikon Aquino e Cláudio Maradona possuem boa rodagem no futebol nacional. Maradona, aos 23 anos, atuou por São José (RS), Itabaiana (SE), Ferroviário (CE), Macaé, Boavista, entre outros. Conviveu com jogadores renomados, mas vê em Maikon Aquino um dos mais capacitados com o qual já fez parceria no ataque.

- É um dos melhores. Joguei com Iarley, Leandrão, caras que olho e tiro o chapéu. O Leandrão foi um cara que me ajudou muito a jogar no ataque, quando estava no Boavista. E o Aquino não fica para trás. É um excelente jogador, joga muito mesmo e está de parabéns pelo que vem fazendo no campeonato.

Maikon Aquino, de 25 anos, construiu a maior parte da carreira no futebol paulista, tendo passado por São José, São Bernardo, Linense e XV de Piracicaba, por exemplo. Chegou a ter uma passagem pelo Botafogo do Rio, em 2014, na reta final do Campeonato Brasileiro. Assim como Maradona, esteve ao lado de atletas consagrados, mas destaca o valor do atual companheiro.

image

- Joguei com grandes jogadores também, inclusive em 2014 no Botafogo. O Maradona é um cara excelente. No começo do campeonato não estavam saindo os gols dele, mas falei com ele: "Maradona, as coisas vão acontecer naturalmente para você". Se não me engano é o quarto gol seguido dele. É um cara que merece. Essa dupla de ataque é de respeito. Tem que respeitar.

O título da Taça Santos Dumont, vale lembrar, garantiu ao Americano o direito de disputar a semifinal geral da Série B1. Sendo assim, o Glorioso está a dois jogos do tão sonhado acesso à elite do futebol estadual. E para sacramentar o feito, seguirá apostando suas fichas em Maradona e Maikon Aquino. Ou melhor: em "Maraquino". Então basta garantir na defesa, porque no ataque os gols não faltarão.

Na sequência da Segundona, o Americano estreia na Taça Corcovado - segundo turno - no próximo sábado (14), diante do Carapebus, no Estádio Ângelo de Carvalho. O Placar FutRio acompanha a partir das 15h.

Tags: Cláudio Maradona, Maikon Aquino, Americano, Carioca Série B1

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por