Em 09/08/2018 às 09 h43

Arturzinho ainda corre contra o tempo para poder jogar a Série C

Clube está com CNPJ inativo e corre risco de ser excluído da Quartona


Autor: Redação FutRio / Foto: Divulgação (CESA)

Depois de levar dois WOs por não ter inscrito jogadores para a Série C do Campeonato Carioca, o Arturzinho está tendo que correr contra o tempo para viabilizar sua participação na competição até o fim desta semana. Porém, os trâmites envolvidos não prometem ser fáceis de resolver. Parado desde 2012, o clube está com seu CNPJ inativo, o que impede que contratos possam ser registrados e que toda a burocracia envolvida em uma competição profissional seja resolvida.

O CNPJ é a sigla para Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, equivalente ao Cadastro de Pessoa Física (CPF), mas válido para empresas e entidades em geral, sendo um número de registro junto à Receita Federal. O Arturzinho não disputava competições estaduais desde 2012 e decidiu voltar neste ano, mas ainda não conseguiu inscrever nenhum jogador para a disputa. Segundo a diretoria do clube, o problema foi causado justamente pela lentidão do processo de regularização do cadastro.

Diante da burocracia, a diretoria do Arturzinho chegou a cogitar até abrir um novo CNPJ, mas os compromissos em campo poderão não esperar pelo trâmite. O clube já perdeu, sem sequer jogar, para Búzios e Canto do Rio e poderá levar o terceiro WO antes do próximo domingo (12), data da partida contra o Cardoso Moreira. Se isso acontecer, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ) deverá excluir a equipe da competição de maneira definitiva.

– A gente está tentando viabilizar, mas está tudo muito lento para se resolver. Por isso é que a gente ainda não pôde estrear. Mas creio que até o fim da semana estará tudo resolvido. O que acontece é que o clube estava inativo, ficou parado nos últimos seis anos. O Artur (presidente do clube) decidiu reativá-lo agora e esse é um processo chato, lento. Devido a isso, a coisa acabou atrasando bem mais que o esperado – afirmou Flávio Rodrigues, diretor de futebol do Arturzinho.

Um CNPJ pode ficar inativo junto à Receita quando deixar de apresentar declarações e demonstrativos, ou seja, documentos de interesse da Receita, como por exemplo o Imposto de Renda, a Declaração de Débitos e Créditos Tributários, entre outros. No caso do Arturzinho, o problema pode ter se acumulado a partir de 2012, quando o time disputou a Terceirona do Estadual, mas foi eliminado ainda na primeira fase. Desde então, sequer jogou competições de base.

O Centro Esportivo e Social Arturzinho foi fundado em 2000 e é presidido por Artur dos Santos Lima, o Arturzinho, craque de Bangu e Vasco nos anos 80. A equipe treina desde junho no campo do CFZ, localizado na Zona Oeste do Rio. As pendências jurídicas impediram o Arturzinho até de designar um estádio, junto à Federação, para mandar seus jogos na Quartona. A ideia inicial era ter como sede o CT das Vargens, também na Zona Oeste, que tem capacidade para 800 pessoas. Cogitou-se também jogar em Moça Bonita, contra o Canto do Rio, mas o segundo WO impediu o planejamento.

– Seguimos treinando firmes e fortes. Temos um time estruturado, com jogadores rodados, mas outros jovens com muito potencial também. É importante deixar claro que a gente não tem nenhuma dívida com a FFERJ, nenhuma pendência. A questão é toda com o CNPJ – concluiu Flávio Rodrigues.

Caso consiga regularizar sua situação a tempo, o Arturzinho enfrentará o Cardoso Moreira no domingo, às 15h, ainda sem local definido.

Tags: Arturzinho

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por