Em 03/09/2018 às 09 h51

Milson Ferreira define queda: "Estamos só colhendo aquilo que plantamos"

Treinador do Santa Cruz valorizou postura dos atletas: "Nenhum deles abandonou"


Autor: Redação FutRio / Foto: Jhonathan Jeferson (FutRio)

Não deu para o Santa Cruz. Um ano após chegar à Segundona Estadual, o time da Zona Oeste se despede sendo rebaixado com campanha fraca. O descenso se concretizou após a derrota para o Audax Rio, por 3 a 0, no último sábado (01/09). A análise final ficou por conta do treinador Milson Ferreira. Sereno, como sempre, ele admitiu que o trabalho não alcançou a qualidade necessária para o nível exigido na competição.

- Aqui a gente planta e a gente colhe. Criamos uma expectativa boa, não de conquistar título, mas de manter o time na Série B1. Sabíamos das dificuldades que estão numa competição como essa, com clubes tradicionais, jogadores de um outro nível. Eles tentaram, mas nós não conseguimos colher aquilo que desejávamos, ou seja: não foi uma qualidade boa, não foi uma unidade boa, não foi uma concentração boa. Não caímos hoje. Caímos no decorrer da competição - disse após o último duelo na Taça Corcovado.

Milson Ferreira deu prosseguimento ao balanço do 2018 do Santa Cruz esbanjando sinceridade. Para o comandante, o desfecho negativo acabou sendo apenas o resultado de uma trajetória infeliz dentro da Série B1. De positivo, fica a postura apresentada pelo elenco.

- Estamos só colhendo aquilo que plantamos durante a competição. O recado positivo é que nenhum deles abandonou. O atletas buscaram, dentro da competição, melhorar. Trabalharam duro, o mês todo. Buscaram o objetivo e não alcançamos eles por causa desses fatores que foram bastante relevantes para nosso descenso.

Sobre o futuro, Milson Ferreira ainda não tem definições, mas deixa o panorama em aberto. Apesar de destacar a vitrine que foi ter trabalhado na Segundona, o técnico não descarta seguir no Santa Cruz e buscar um novo acesso na terceira divisão do Rio de Janeiro em 2019.

- Ainda não sei. A B1 é uma competição que qualquer treinador deseja participar, porque ela é boa, tem qualidade. E a gente está aí, pensando em continuar. Mas se houver uma proposta e o presidente assim desejar, a gente continua aqui e não tem problema jogar a B2. A gente quer é estar trabalhando.

Sem mais compromissos em 2018, o Santa Cruz pensa no próximo ano. O desafio será novamente a Série B2 Estadual, competição na qual foi vice-campeão em 2017, conquistando o inédito acesso.

Tags: Santa Cruz, Milson Ferreira, Carioca Série B1

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por