Em 13/09/2018 às 11 h12

Barbieri se baseia em números e projeta nova supremacia em São Paulo

Empate sem gols na ida deixa semifinal da Copa do Brasil em aberto


Autor: Redação FutRio / Foto: Staff Imagens (CRF)

No linguajar mais simples dá para dizer que "só deu Flamengo". Do início ao fim foi pressão rubro-negra no Maracanã, mas que não se converteu no mais importante: gols. Com o empate por 0 a 0 no Rio de Janeiro, os cariocas deixaram escapar a oportunidade de abrir vantagem contra o Corinthians (SP) na semifinal da Copa do Brasil.

Ao analisar o duelo do Maracanã, Maurício Barbieri utilizou números para ilustrar a superioridade do Flamengo sobre o Timão. No segundo tempo, por exemplo, os visitantes não chegaram sequer uma vez ao ataque com real perigo.

- Os números refletem o que foi o jogo. Foram mais de 70% de posse, 24 finalizações. O adversário quase não finalizou, mal passou do meio-campo no segundo tempo. Encurralamos eles, não conseguiram trocar mais de quatro passes. Conseguimos reagir bem à perda de bola pressionando. Não conseguimos finalizar muito pela postura deles fechada, mas buscamos muito.

- A tendência é que eles se exponham mais no jogo da volta, então vamos aproveitar esses espaços para criar mais, tentar marcar e sair com a vitória. Temos que tentar nos impor na casa do adversário também.

Os centroavantes mereceram análise em separado. Uribe foi o escolhido da vez. Teve chances, mas passou em branco. Henrique Dourado e Lincoln entraram na segunda etapa, mas pouco mudaram o panorama. Situação que vem incomodando o torcedor, mas que Maurício Barbieri analisa friamente, citando justamente a postura retraída dos oponentes.

- Temos escolhido os atacantes em função das características dos adversários, que têm vindo muito fechados contra a gente. É difícil o centroavante ter mais espaço por isso. Sabemos que temos que melhorar em algumas áreas, criar mais, mas temos pouca margem para corrigir os erros pela falta de semanas para trabalhar.

- Vamos buscar melhorias. Nossa ideia nunca é ter a posse pela posse, é utilizá-la de forma objetiva. É uma posse com mérito, não é apenas porque eles nos entregam ela. Precisamos melhorar o critério de como usá-la.

O Flamengo volta a campo no sábado (15), pelo Brasileirão, quando encara o Vasco, às 19h, no Mané Garrincha, em Brasília. Já o segundo encontro diante do Corinthians (SP), pela Copa do Brasil, será no dia 26, na Arena Corinthians.

Tags: Flamengo, Maurício Barbieri, Copa do Brasil

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por