Em 16/09/2018 às 21h01

Jogadores do Ceres cercam arbitragem e reclamam de gol do Cantusca validado

Atletas questionam trio após apito final no Alzirão e PM é acionada


Autor: Léo Pinheiro / Foto: Gabriel Andrezo (FutRio)

Os jogadores do Ceres ficaram inconformados com o segundo gol do Canto do Rio que foi confirmado pela arbitragem comandada por Felipe da Silva Gonçalves. O tento gerou a eliminação da equipe e a consequente classificação do adversário à semifinal da Série C do Campeonato Carioca. Após término do encontro, que ficou no 2 a 1 para o time de Niterói, o grupo alviceleste foi questionar o trio de juízes e a Polícia Militar foi acionada.

O lance em questão aconteceu aos 35 minutos do segundo. O zagueiro Diegão, que já tinha feito dois gols na partida, um contra e outro a favor do Canto do Rio, completou um arremate em cima da linha. O posicionamento do camisa 3 da equipe de Niterói gerou dúvidas em relação a condição de legalidade da jogada. O assistente Diogo Neto Corrêa Dique Turco confirmou o gol.

image

Outra jogada contestada pelo Ceres foi próxima ao apito final da partida. Em uma invertida de bola, Wallace estava na frente da linha defensiva, mas quem participou do lance foi Patrick, que, corria de trás do lance e sairia frente a frente com o Higor, goleiro do Cantusca, mas o lance foi invalidado pelo assistente Gustavo Mota Correia..

A equipe do Ceres partiu para cima do trio, após o apito final e a Polícia Militar conseguiu, com o auxilio do atacante Cláudio Pagodinho, segurar alguns jogadores que acusavam a arbitragem de interferência no resultado. O camisa 7 do Ceres, um pouco mais lúcido, classificou o lance do gol do Canto Rio como "ridículo".

- O jogador estava posicionado do lado da trave, a bola bate nele e entra, velho. Como ele não vai estar impedido. Ele parou do lado da trave, a bola bateu nele e entrou. Agora o impedimento que ele deu contra a gente. O jogador vindo lá de trás e ele marcou. É ridículo! É ridículo! - disse deixando o gramado.

Além dos jogadores e outros membros da comissão técnica, o diretor de futebol Winston Soares também esteve presente na confusão. O dirigente esteve em um misto de reclamação e ação para tirar os jogadores do bolo que aconteceu dentro de uma das pequenas áreas do gramado do Alzirão.

O Ceres encerra a participação na temporada e permanece na Série C do Campeonato Carioca no próximo ano.

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por