Em 07/12/2018 às 09 h46

Novos ares? Título da B2 pode significar abertura de mercado para atletas

Nomes como Napu, Italo, Sardinha e Léo Fortunato obtiveram valorização


Autor: Gabriel Farias / Fotos: Úrsula Nery (Agência FERJ)

Poucos esperavam, mas o Nova Cidade foi, no decorrer da Série B2 do Campeonato Carioca, se credenciando ao acesso e ao título. Um elenco jovem, sem jogadores de renome, mas com aplicação de sobra e uma vontade enorme de vencer. A glória máxima veio na quarta-feira (5), com a taça sendo conquistada numa emocionante disputa por pênaltis contra o Campos. Com o fim da temporada 2018, resta saber qual será o futuro dos atletas campeões.

image

Nomes de destaque não faltaram. O goleiro Léo Fortunato, por exemplo, defendeu três pênaltis na disputa pelo título. Jonathan Napu, capitão, foi um dos pilares no meio de campo, que ainda contou com outras peças de grande capacidade técnica, como Italo e Leandro Sardinha. Na zaga, Jean e Daniel Rosa também se credenciaram a voos mais altos. Esses e outros atletas se transformaram em opções que prometem aquecer o mercado do futebol estadual.

No próximo ano o Nova Cidade estará um patamar acima e a manutenção da espinha dorsal para a disputa da Segundona Estadual é o caminho natural. Não se sabe, entretanto, se a valorização das peças permitirá isso integralmente.

- Isso (uma oportunidade em nível acima) é o sonho de todo jogador, batendo num time grande, sem desmerecer o Nova Cidade. Isso é o sonho de todo jogador e claro que, se em 2019 tiver um brechinha, estamos aí - projetou o lateral-esquerdo Allan Souza, que foi acompanhado no discurso pelo meia Sardinha.

- Com o título, conseguimos colocar nosso nome na história do Nova Cidade. Até o momento não tem nada para 2019, mas se Deus quiser Ele vai abençoar e colocar algo no meu caminho.

Sequência não é problema

Caso as propostas não apareçam ou as possíveis negociações com outros clubes tenham desfecho negativo, não há problema em seguir no Nova Cidade. É o que garantem os próprios jogadores, que se mostram totalmente habituados ao clube de Nilópolis, como o volante Italo.

- Agora é descansar e ver como vai ser até a próxima temporada. Aparecendo algo, a gente vê. Se for uma proposta melhor, a gente analisa, mas, não pintando, o Nova Cidade é minha casa.

image

O zagueiro Daniel Rosa foi o único a revelar conversas iniciais em busca de um novo destino para 2019. Mas, assim como Italo, deixou claro que vestir novamente a camisa do Nova Cidade, agora na Série B1, seria um prazer.

- Já tiveram algumas propostas, mas estou estudando, entendeu? O Nova Cidade é um clube que eu aprendi a gostar, me abriu as portas. Quero agradecer a toda direção e a família de jogadores. Todo ano formamos uma, mas essa é sem palavras, tanto que chegamos onde a gente chegou. O que vier, a gente vai estudar a proposta.

Garantido na Segundona de 2019, o Nova Cidade aguarda agora a divulgação do calendário do próximo ano para saber quando começará a competição. Seguindo a tendência das últimas temporadas, a Série B1 teria início no mês de maio.

Tags: Nova Cidade, Carioca Série B2

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por