Em 08/01/2019 às 21 h02

Dor de cabeça em 2018, ataque surge como salvação para o Nova Iguaçu

Média de gols é de um por partida e atacantes contratados já marcaram


Autor: Redação FutRio / Foto: Bernardo Gleizer (NIFC)

O que foi uma grande preocupação no ano passado para o Nova Iguaçu pode ser a salvação para a reta final da Seletiva, onde a equipe se encontra numa situação difícil, com apenas três pontos em três rodadas. O ataque que tanto deu dor de cabeça em 2018, vem fazendo um bom trabalho em 2019, com a média de um gol por partida.

Na temporada passada, o Nova Iguaçu teve média de menos de um gol por jogo, com apenas seis gols de jogadores do sistema ofensivo. Foram 18 em 20 jogos. Além disso, apenas quatro atacantes marcaram: Adriano, três vezes, Vinícius Paquetá, Wescley e Vitor Félix, uma vez cada. Até agora em 2019, foram três tentos, todos de atacantes contratados pelo clube, que foram Lucas Campos, Edu e Bruno Veiga.

Na próxima rodada da Seletiva o Nova Iguaçu vai jogar em casa. O duelo será contra o Resende, às 16h desta quarta-feira (9), no Estádio Jânio Moraes. 

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por