Em 16/02/2019 às 16 h35

Em razão de atraso salarial, jogadores do Goytacaz deixam de treinar

Alvianil é o lanterna do Grupo X e vive imensa crise interna


Autor: Redação FutRio / Foto: Marcio Menezes (AFC)

A crise no Goytacaz parece não ter fim. Na sexta-feira (15), os jogadores se recusaram a treinar em razão de salários atrasados. No início da última noite, o elenco foi chamado para participar de uma reunião com o técnico Flávio Lopes, mas os atletas não obtiveram resposta dos dirigentes quanto ao atraso salarial. As informações são do portal Folha 1.

Por causa de dívidas trabalhistas, parte da cota de televisão do Alvianil da Rua do Gás foi bloqueada. Além disso, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFRJ) também descontou R$ 150 mil, em razão de dívidas do clube com a entidade.

Desde o fim da Seletiva da Série A do Campeonato Carioca, o Goytacaz está sofrendo com a saída em massa de atletas do elenco. Para piorar a situação, o coordenador-técnico Paulo Henrique se desligou do Alvianil e o gestor de futebol, Flávio Trivella, também retirou parte da verba que investia no clube.

Sob muita pressão, o Goytacaz retorna aos gramados na próxima segunda-feira (18), às 19h30, no Aryzão. A equipe ocupa a lanterna do Grupo X e, momentâneamente, está sendo rebaixada à Série B1 do Campeonato Carioca.

Tags: Goytacaz, Campeonato Carioca 2019

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por