Em 17/02/2019 às 14 h09

Boavista busca melhorar histórico na Taça Rio, apesar de título em 2014

Com regulamento idêntico ao atual, clube nunca fez boa campanha no returno


Autor: Redação FutRio / Foto: Vitor Costa (FutRio)

Finalista em duas oportunidades da Taça Guanabara, em 2011 e 2018, o Boavista entra na Taça Rio para buscar uma classificação inédita. Normalmente o Verdão de Saquarema tem bons números no primeiro turno, mas eles não são tão bons assim no segundo. O clube tem até um título de Taça Rio, em 2014, num regulamento diferente.

No seu primeiro ano na Série A, em 2007, o Boavista fez uma campanha muito ruim na Taça Rio e acabou como lanterna do Grupo A, com apenas quatro pontos. No ano seguinte, a posição melhorou muito e o Verdão de Saquarema ficou na terceira colocação, ficando apenas atrás dos grandes da chave, Flamengo e Fluminense.

Em 2009, o Verdão de Saquarema terminou na quarta colocação do Grupo B, atrás de Flamengo, Botafogo e Friburguense. No ano seguinte, novamente o Boavista ficou na quarta posição de sua chave, atrás da dupla Fla-Flu e do Bangu. Em 2011, após o vice-campeonato na Taça Guanabara, o clube ficou mais uma vez em quarto do seu grupo, atrás de Vasco, Flamengo e Americano.

Na temporada de 2012, o Boavista repetiu a campanha ruim do ano de sua estreia na Série A e terminou em último na sua chave. Em 2017, a equipe acabou em quarto no Grupo A, atrás de Botafogo, Flamengo e Nova Iguaçu. E no ano passado, foi novamente quarto ficando atrás de Fluminense, Botafogo e Portuguesa.

Título em regulamento diferente do atual

Na ocasião, o regulamento do Campeonato Carioca contava com 16 times, onde todos se enfrentavam entre si e os quatro primeiros colocados avançavam a semifinal da competição. O campeão da Taça Guanabara seria quem terminasse em primeiro a fase inicial. A Taça Rio foi uma disputa apenas entre os clubes de menor investimento. Levando em conta apenas os confrontos entre eles, o Boavista foi campeão por somar mais pontos no duelo a parte entre as 12 equipes.

Essa disputa entre os times de menor investimento aconteceu apenas em 2014 e 2015. Depois do título em 2014, o Verdão de Saquarema ficou num modesto 10º lugar no ano seguinte. Em 2016, o regulamento do Carioca mudou. As 16 equipes foram divididas em dois grupos com oito times cada, onde uma chave enfrentava a outra. Os quatro primeiros colocados de cada grupo avançavam para a disputa da Taça Guanabara e os quatro últimos lutariam contra o rebaixamento.

Porém, no grupo dos times que lutavam contra o rebaixamento, os dois primeiros se classificavam para disputar a Taça Rio, contra o 5º e o 6º colocados entre as equipes que estavam disputando o título, mas não haviam conseguido avançar a semifinal. O Boavista ficou na sexta colocação, enfrentou o Resende, mas acabou eliminado na semifinal da Taça Rio.  

A estreia do Boavista na Taça Rio será contra o Madureira, no dia 23 de fevereiro, no Elcyr Resende de Mendonça. O Placar FutRio acompanha em tempo real.

Tags: Boavista, Campeonato Carioca 2019

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por