Em 25/02/2019 às 13 h21

Carlos Vitor alcança feito inédito para o Nova Iguaçu e se declara ao clube

Pela primeira vez o Laranja Iguaçuano ganhou três jogos seguidos na Série A


Autor: Redação FutRio / Foto: Bernardo Gleizer (NIFC)

A situação estava difícil, com o clube na zona de rebaixamento, somando apenas três pontos e faltando três jogos para o fim do Grupo X. Eram apenas duas vitórias em toda a competição, mas bastou Carlos Vitor assumir o Nova Iguaçu para o clube engatar três vitórias seguidas na Série A, feito inédito para Orgulho da Baixada. O treinador não esconde a felicidade.

- É muito prazeroso poder ajudar o Nova Iguaçu, pois tenho 27 anos de clube. Primeiro como atleta, depois como treinador, nas categorias de base. Vamos adquirindo experiência, pois trabalhamos com vários treinadores. A oportunidade surgiu nesse momento e junto com a comissão, com os atletas e com o presidente, que me deu muita tranquilidade, conseguimos um bom trabalho - disse o técnico.


Carlos Vitor revelou que no período que teve com os jogadores procurou trabalhar mais o lado emocional, pois sabia que a equipe estava insegura pelos resultados ruins. Ele afirmou que não tinha dúvidas do potencial do plantel, a ponto de afirmar que o Nova Iguaçu poderia estar na fase principal do Campeonato Carioca.

- Procuramos mais fazer um trabalho psicológico, pois os atletas já estavam numa cobrança com eles mesmos, pois o Nova Iguaçu honrava com seus compromissos e eles não estavam conseguindo atingir aquilo que eles sabem que são capazes. A equipe estava insegura pelo momento que vivia. Mas depois da vitória contra o Goytacaz o ambiente ficou melhor. No futebol as coisas mudam de um dia para o outro. Conseguimos os resultados positivos e fugimos do rebaixamento - frisou o treinador, que prosseguiu com o relato.

- Tivemos pouco tempo para trabalhar. Foi muito mais conversação do que propriamente trabalho. Depois do ocorrido no Ninho do Urubu com o Flamengo, tivemos um tempo maior de trabalho, mas estavam todos tristes pelo ocorrido. Com a vitória, ganhamos confiança e ficamos mais sólidos. Esse grupo é muito bom e merecia estar na fase principal.

image

Já tendo treinado a equipe principal outras vezes, Carlos Vitor não escondeu que tem o desejo de se fixar como técnico do futebol profissional, até mesmo em outro clube. No entanto, pelo grande momento vivido, ele não pensa em deixar o Nova Iguaçu agora.

- Com certeza eu penso em ser técnico de uma equipe profissional, mas isso é algo mais adiante. Não sei se no Nova Iguaçu ou em outro clube, mas é até prematuro falar isso agora, pois estou muito feliz na minha casa - explicou.

Sem vaga na Copa Rio, o Nova Iguaçu não possui mais compromissos em 2019. Sendo assim, só voltará a campo de maneira profissional na disputa da Seletiva do próximo ano.

Tags: Nova Iguaçu

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por