Em 10/03/2019 às 15 h33

Mesmo em situação crítica, Lusa não desvaloriza empate como mandante

Jogadores ressaltam ponto conquistado, apesar de lanterna e jejum de vitórias


Autor: Redação FutRio / Foto: Marcos Faria

A Portuguesa ainda não venceu em oito jogos no Campeonato Carioca. Desempenho sofrível que mantém a equipe na lanterna da classificação geral, na zona de queda para Seletiva. O empate como mandante diante do Boavista, no sábado (9), em Moça Bonita (o Luso Brasileiro segue vetado ao público), esteve longe de ser o resultado esperado. Ainda assim, teve jogador que conseguiu ver o lado positivo do tropeço.

- Infelizmente não conseguimos a vitória, que era o objetivo, mas pontuamos. O importante é pontuar. É levantar a cabeça porque semana que vem temos um jogo muito difícil, o jogo de nossas vidas, onde precisamos dos três pontos - disse Diego Maia, se referindo ao duelo contra o Bangu, próximo adversário.

VEJA TAMBÉM:
Ruim para ambos: em Moça Bonita, Portuguesa e Boavista empatam em 1 a 1
Pênalti polêmico gera divergências e críticas a Marcelo de Lima Henrique


O goleiro Ruan, que impediu algo ainda pior ao fazer grande defesa em cabeçada de Leandrão, no final do segundo tempo, foi outro que buscou valorizar o ponto somado.

- A gente vem numa batalha constante para conseguir a primeira vitória. O time deu o sangue, deu o máximo para conquistar esses pontos. Infelizmente não veio a vitória, mas um ponto é importante. Temos que brigar mesmo. A batalha continua, temos mais três finais pela frente e que Deus possa nos ajudar a sair dessa situação.

Desesperada pela reação, a Portuguesa encara o Bangu na próxima sexta-feira (15), em Moça Bonita, dessa vez como visitante, às 16h30.

Tags: Portuguesa, Carioca Série A

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por