Em 19/03/2019 às 16h01

João Paulo rebate Abreu: "A culpa deles terem só uma vitória é do juiz?"

Gestor do Boavista comenta denúncias de manipulação de resultados no Carioca


Autor: Redação FutRio / Foto: Vitor Costa (FutRio)

O gestor do Boavista, João Paulo Magalhães Lins, também rebateu as denúncias do presidente do Americano, Carlos Abreu, que acusou árbitros de prejudicarem o time deliberadamente. João Paulo ressaltou a dificuldade que foi o confronto entre as equipes, que terminou 1 a 0 para o time de Bacaxá e afirmou que as declarações do presidente adversário soavam mais como uma justificativa pela campanha ruim do time no Campeonato. Ainda questionando a relação entre o time ter apenas uma vitória e a atuação dos árbitros nos jogos.

image

- Após os infelizes comentários do Presidente do Americano, que muito provavelmente estava com a cabeça quente, me pergunto: será que o Boavista não tem mérito nenhum na vitória? Será que o Americano teve competência para ganhar ou empatar jogo? Será que a culpa do Americano em 9 partidas ter apenas uma vitória é do juiz? Ou será que o presidente do Americano precisa dar uma satisfação a sua torcida e diretoria pela evidente má campanha? Acho que transferir a responsabilidade é muito fácil! Desejo boa sorte ao Americano nos próximos jogos e, mais equilíbrio para seu presidente nas próximas entrevistas.
A grande bronca vinda do lado do Americano se dá pela expulsão do zagueiro Espinho, ainda no primeiro tempo da partida, que gerou o gol do Boavista no confronto. No dia seguinte ao duelo, nesta segunda-feira (18), o mandatário do Cano, em entrevista à Rádio Difusora, afirmou que os árbitros tinham indicado que o Americano não poderia vencer e apontou uma suposta farsa na comunicação entre eles em campo. João Paulo preferiu levantar a dificuldade que foi o confronto.

- O futebol é engraçado. Eu terminei o jogo contra Americano comemorando uma dura vitória! Adversário chato, joga fechado, sai em contra-ataque, como geralmente monta seus times o treinador Josué Teixeira. Tive a sorte de fazer um gol de falta, numa cobrança de longe! Mérito total do batedor! Numa jogada de falta clara! Aconteceu uma expulsão, onde o atleta do Americano deu uma cabeçada no meu atacante, na frente de todos, inclusive do juiz! Resultado, o Americano fica com menos um - disse, proesseguindo.

- Depois disso, o juiz marca uma falta frontal a favor do Americano, semelhante a falta que originou o meu gol e, o jogador deles chuta a bola na barreira! Ainda, no final da partida, eles cruzam uma bola na frente do meu gol, com o goleiro batido e, ninguém aparece para fazer o empate! Depois do meu alívio, numa vitória reconhecidamente difícil, recebo os lamentáveis comentários do Presidente do Americano - concluiu.

Tags: João Paulo Magalhães Lins;

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por