Em 26/03/2019 às 19 h37

Após tempestade: Marcos Jr supera perda da esposa e brilha no Carioca

Volante viu companheira morrer nos seus braços no dia 8 de dezembro


Autor: Renan Mafra / Fotos: João Carlos Gomes (BAC) e Arquivo Pessoal

Revelado pelo Bangu, Marcos Junior nunca ganhou chance na equipe profissional do Alvirrubro nos primeiros anos profissionais de sua carreira. Porém, a partir de 2015, começou a ser emprestado para outros times e o volante provou que não era um jogador comum. Foram ótimas passagens por Bonsucesso, Volta Redonda, América (RN), até retornar a sua casa, o Gigante da Zona Oeste, no ano passado. Durante todo esse tempo, Vanessa França, que era sua esposa, sempre o acompanhou e viveu junto o sonho do jogador. Mas quis o destino que a caminha do atleta seguisse sem ela.

image

Marcos Junior e Vanessa estavam juntos desde 2013. Quando o jogador estava começando mais uma passagem pelo futebol do Nordeste na temporada passando, quando foi defender o ABC (RN), uma notícia lhe deixou sem chão. Sua companheira foi detectada com câncer no colo do útero. Começou uma luta de Vanessa, Marcos Junior e todos os seus familiares. O volante ainda foi defender o Paysandu (PA), na reta final da Série B do Campeonato Brasileiro, mas não conseguiu evitar que o Papão da Curuzu fosse rebaixado. Mas isso estava longe de ser um drama para o atleta. A pancada mais forte de sua vida chegaria no dia 8 de dezembro.

Marcos Junior estava com sua companheira em casa e ela começou a passar mal. No caminho para o pronto-socorro, Vanessa França veio a falecer, com apenas 24 anos. Dentro do carro, nos braços do volante. Até então, o jogador tinha ganhado um período de descanso do Bangu. Porém, logo após a morte de sua esposa, ele decidiu voltar aos treinamentos e seguir a sua carreira. Ele confessou que o momento em que pensou em desistir, foi quando soube da doença de Vanessa.

- Na verdade eu pensei em dar uma pausa quando descobrimos que ela estava doente, mas ela própria pedia para que eu não parasse. Logo após o acontecimento, eu mesmo pedi para voltar a treinar logo, porque ficar em casa seria pior. Treinando eu me distraia - explicou o jogador, que seguiu falando de seu drama.

- Pra mim, foi duro superar esse drama. Mas graças a Deus ele colocou pessoas ao meu redor que fizessem com que eu superasse tudo aquilo é continuasse minha jornada dentro do futebol. E eu também não podia deixar pra lá tudo aquilo que eu corri atrás e lutei para conquistar. Tenho certeza que se ela estivesse aqui iria querer isso, esteve comigo em todos esses momentos de superação. Com essa ajuda de todos que ao meu redor estavam e com a ajuda também dos meus companheiros, estou podendo fazer um bom campeonato.

image

Vanessa não foi só esposa de Marcos Junior. A deslumbrante carreira de jogador de futebol, quase o tirou do caminho da bola. O volante revelou que se não fosse sua companheira, poderia ter tomado um rumo errado na vida e ainda disse que em muitas oportunidades, foi sua esposa que lhe deu dinheiro para ir treinar.

- Ela foi uma peça fundamental para eu poder viver isso que estou vivendo hoje. Talvez se ela não aparecesse em minha vida não estaria onde estou hoje. Ela me botou nos trilhos, eu estava começando a gostar da noite e amizades que não acrescentavam em nada em minha vida. Por causa dela eu parei com isso. Estava perdendo o foco no futebol.  Até mesmo quando faltou passagem para poder ir treinar ela tirou do bolso dela para me dar. Então sempre serei grato e ficarei sempre orgulhoso ao falar dela - desabafou.

Melhor momento profissional, após pior momento emocional

Porém, a vida seguiu para Marcos Junior e o volante vive uma ótima fase no Bangu. Após a saída de Serginho, ele assumiu o protagonismo no Alvirrubro, passou a ser o capitão da equipe e vem levando o Gigante da Zona Oeste a sua melhor campanha desde o Carioca de 2002. E o jogador pensa alto. Suas boas atuações o fazem sonhar com um time grande após o Estadual.

- Costumo dizer que toda tempestade uma hora passa, então que essa tempestade passe de uma vez. Nós que estamos em time de menor investimento tentamos fazer bons campeonatos para que possamos ser vistos e termos oportunidades em clubes grandes. Espero continuar fazendo bons jogos para que essa oportunidade apareça para mim - disse.

Apesar de ter vivido grandes momentos no Volta Redonda, onde foi peça fundamental para o acesso do clube para a Série C do Brasileiro em 2016, e no América (RN), Marcos Junior acredita que pelo nível do Campeonato Carioca, ele atravessa o seu melhor momento na carreira.

image

- Acredito que seja o melhor momento da minha carreira, pois é um campeonato bastante competitivo é difícil de jogar. E graças a Deus estou podendo fazer grandes apresentações dentro dos jogos. Com isso, pode-se dizer que é o melhor momento da minha carreira - frisou.

Superação individual e coletiva com um Bangu sob desconfiança

Muitos desconfiaram se Marcos Junior poderia render o que se espera dele após a perda da sua esposa. Muitos desconfiaram dele, mas a desconfiança não pairou só no volante. Poucas pessoas acreditavam que o Bangu conseguiria fazer uma campanha tão brilhante. Mas o camisa 20 ressaltou que dentro do grupo nunca houve desconfiança que isso poderia acontecer.

- Antes mesmo de começar o campeonato tiveram algumas desconfianças sobre a nossa equipe, mas estávamos trabalhando firme desde o início da pré-temporada. Tínhamos em nossas cabeças que poderíamos fazer um bom campeonato, e com a humilde desse grupo, a concentração que estamos tendo dentro de campo, está sendo importante demais para nós. Acredito que podemos ir mais longe e trabalharemos firmes para isso - declarou.

Marcos Junior apareceu três vezes na Seleção FutRio e apesar de excelentes atuações, marcou seu primeiro gol no Campeonato Carioca apenas nos últimos sábado (23), onde deu a vitória ao Bangu sobre o Vasco em São Januário. Com o jogo sendo transmitido em rede nacional, ele homenageou Vanessa. O detalhe, é que essa homenagem poderia ter acontecido na partida contra a Portuguesa, um jogo com um apelo menor. Mas na ocasião, Anderson Lessa pediu para cobrar o pênalti, pois brigava pela artilharia, e o volante não se opôs ao objetivo do atacante.

Na próxima quinta-feira (28), Marcos Junior vai ajudar o Bangu a chegar a final da Taça Rio. O Gigante da Zona Oeste encara o Vasco, às 21h30, no Maracanã. O Alvirrubro tem a vantagem do empate para chegar à decisão.

Tags: Bangu; Marcos Júnior;

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por