Em 14/05/2019 às 10 h38

FERJ adere mudanças nas regras do futebol já para competições em maio

Ao todo são 14 alterações; entidade fará vídeo explicativo para clubes


Autor: Redação FutRio / Fotos: Marcos Faria e Laís Patrício (America Rio)

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) anunciou na manhã desta terça-feira (14) que as suas competições que começam no mês de maio, as Séries B1 e B2 do Campeonato Carioca, já terão as novas regras do futebol, aprovadas em março. Ao todo são 12 alterações nos critérios das partidas. A entidade promete enviar vídeos explicativos aos clubes e aos árbitros antes do início do certame. As alterações, por exemplo, já estão em vigor no Brasileirão.

image

Dentro destas principais mudanças, estão a formação de uma barreira paralela feita por um time ao cobrar uma falta. Agora os atletas têm que ficar a um metro de distância da barreira feita pela equipe que está defendendo; outra alteração é o cartão amarelo para a comissão técnica; e, talvez, a principal delas, a falta em qualquer tipo de toque de mão na bola cometida por um jogador quando ele está no ataque.

O vídeo didático será disponibilizado no site da Federação e será feito pela Comissão Especial de Planeamento, Desenvolvimento técnico e Avaliação de desempenho da arbitragem (CEPDA). No material existirão ilustrações dos lances para ajudar no entendimento, tanto dos árbitros, quanto dos clubes (atletas e treinadores).

Confira as 12 regras alteradas que já estarão em vigor nas Série B1 e B2 do Campeonato Carioca.

1 - SUBSTITUIÇÃO
O jogador substituído deverá sair do campo pela linha mais próxima de onde ele estiver.

2 - CARTÕES PARA A COMISSÃO TÉCNICA
Todos os membros das comissões técnicas poderão receber cartões amarelos. Anteriormente acontecia somente a expulsão, sem o cartão vermelho ser mostrado. A ação era apenas verbal.

3 - TIROS DE META E TIROS LIVRES PODENDO SER RECEBIDOS NA ÁREA
A bola entrará em jogo, mesmo que ela não saia da área. O jogador poderá receber o passe, sem que a bola saia de dentro da grande área defensiva.

4 - BOLA AO CHÃO
A bola agora só será jogada ao chão para o jogador que estava com a posse na última vez antes da paralisação da partida. Os demais atletas deverão estar a, pelo menos, quatro metros de distância. Se for jogada dentro da área, apenas o goleiro participará. Antes existia um acordo informal (o fair play) que já indicava situações parecidas.

Outra situação dentro deste campo é a seguinte: quando a bola bate em algum dos árbitros e muda a posse de bola ou cria um lance de perigo para o adversário, o jogo é parado.

5 - MÃO NA BOLA
A mão na bola não intencional, aquela sem querer, sofreu alterações e as jogadas serão paradas nos seguintes casos:
- Mão ou braços levantados (acima dos ombos);
- Grande distância entre a mão ou braço e o restante do corpo;
- Gol marcado com a mão ou o braço, em qualquer situação;
- E quando o atleta recupera a bola com a mão ou o braço e o seu time tira vantagem do lance, criando uma oportunidade de gol ou de perigo de gol.


As exceções são em dois caso:
- se a bola tocar no braço ou na mão em uma rebatida, vinda do seu próprio corpo ou de um outro atleta próximo do lance;
- um jogador cai com a mão ou o braço, tentando se apoiar, desde que eles não estejam estendidos lateralmente ou verticalmente distante do corpo.

image

6 - COBRADOR DE PÊNALTI
Caso o cobrador de pênalti de uma equipe se lesione no lance da penalidade, ele pode ser atendido em campo e o time pode esperar ele se recuperar para fazer a cobrança.

7 - CARA OU COROA
O vencedor da disputa pode escolher bola ou campo. Antes somente podia ser o campo.

8 - VANTAGEM NOS CARTÕES
Se acontecer uma falta merecedora de punição e o time que recebeu cobrar rápido para criar uma jogada clara de gol, o jogo prossegue e o árbitro aplica o cartão na sequência. Se o cartão fosse vermelho e nessa dinâmica o time fizer o gol, a cor muda e passa a ser um amarelo.

9 - DISTÂNCIA DOS ADVERSÁRIOS DA BARREIRA
O time que está atacando só pode fazer uma barreira ao lado dos que estão defendendo - com três ou mais jogadores -, com um metro de distância.

10 - GOLEIRO EM COBRANÇAS DE PÊNALTIS
O goleiro deverá ter apenas um dos pés, no gramado ou no ar, sobre a linha antes da bola sair da cobrança.

11 - GOLEIRO AGARRA A BOLA EM RECUO OU LATERAL APÓS UM ERRO TÉCNICO
O goleiro poderá agarrar a bola em um recuo ou em um arremesso lateral, caso ele cometa um erro técnico na hora de dominar ou tentar fazer um passe ou chute.

12 - CARTÕES AMARELOS MANTIDOS APÓS A ANULAÇÃO DE UM GOL
Os cartões amarelos dados aos jogadores em uma comemoração de gol serão mantidos, mesmo que depois ele seja anulado.

Tags: FERJ; Série B1; Série B2;

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por