Em 25/05/2019 às 09h30

Guia FutRio da Série B2 2019: a Terceirona Estadual em detalhes

Competição oferece duas vagas de acesso à B1 e rebaixa outros dois clubes


Autor: Redação FutRio / Foto: Gabriel Farias (FutRio)

Nem só de Segundona viverá o futebol do Rio de Janeiro a partir deste fim de semana. No domingo (26) a bola começa a rolar também na Série B2 do Campeonato Carioca, que é a terceira divisão estadual. Cinco jogos movimentam o primeiro dia de competição, com mais três duelos espalhados pelo meio de semana no complemento da rodada inaugural do primeiro turno - o Placar FutRio acompanha em tempo real. Ao término da disputa, em setembro, dois clubes subirão à Série B1 de 2020, enquanto os dois piores serão rebaixados à Quartona.

image

Na edição deste ano serão 16 participantes se enfrentando. O regulamento segue praticamente o mesmo, com poucas diferenças, porém importantes: caso um time venha a conquistar os dois turnos, este garante o acesso de forma direta e avança à finalíssima. Neste caso, os dois melhores da classificação geral disputariam a vaga restante na Série B1 e o consequente avanço à decisão.

No mais, o formato consagrado nas três principais divisões do estado se mantém, com disputa em turno e returno, além da semifinal geral (disputada pelos campeões de turno e os dois melhores no somatório de pontos). Nesta fase é quando o acesso é decidido em duelos de ida e volta, assim como a final, que antes vinha acontecendo em jogo único.

Confira, a partir de agora, o mais completo material da Terceirona: o Guia FutRio da Série B2 do Campeonato Carioca.

image

image

Fundação: 22/08/2006
Melhor campanha na terceira divisão: 6º (2018)
Posição em 2018:

ELENCO
Goleiros: Flávio e Deyvison
Laterais: Wallace, Wilson Freire, Pedrinho, Caio e Vitinho
Zagueiros: César Pinto, Wesley, Rodrigo Fabiano e Leandro
Volantes: Gustavo, Chuck, Edmilson, Lucas e Yago
Meias: Luquinhas, Alex Sandre, Renan, Deco, Pablo, Betinho, Pedro, André e Renan Falcão
Atacantes: João Vitor, David, Gabriel, Dudu, Mateus e Piu

Análise: O 7 de Abril ainda dá os primeiros passos no profissionalismo. Na temporada passada, o clube atingiu o terceiro nível estadual pela primeira vez e conseguiu fazer uma campanha sem sustos. Mais uma vez com um elenco repleto de jovens jogadores, busca um ano mais sólido para brigar pelo acesso.

Destaque: JOÃO VITOR - Na terceira temporada pelo clube, o atacante, que foi artilheiro em 2017, é a grande esperança para balançar as redes na Série B2. Com boa estatura física, se destaca pelo jogo aéreo e presença na grande área para concluir as jogadas sem muitos toques na bola.

Fique de olho: ALEX SANDRE - Veloz, dinâmico e versátil. O meia, que atua pelos lados, foi um dos pilares da equipe na temporada passada. Tem capacidade de armar as jogadas, com um bom passe e improviso na hora de driblar, tanto para concluí-las com uma boa finalização.

Revelação: PEDRO - Depois de receber poucas oportunidades em 2018, o meia de 20 anos postula uma vaga na equipe titular nesta temporada. Como o elenco está recheado de jovens valores, a pouca experiência não será problema para a integração da promessa.

Técnico: LEANDRO SILVA - Depois de cinco temporadas no comando do Angra dos Reis, o treinador irá comandar mais uma equipe na Terceirona, competição da qual foi campeão em 2017 pelo ex-clube. Experiente e conhecedor do caminho, terá a responsabilidade de guiar um elenco repleto de jovens atletas em busca do histórico acesso.

image

image

Fundação: 06/02/2016
Melhor campanha na terceira divisão: 8° (2018)
Posição em 2018:

ELENCO
Goleiros: Neneca, João e Everaldo
Laterais: Miguel Hernandez, Toró, Daniel, Matheus Hernandez e Luan
Zagueiros: Alef, Gato Preto, Rolão, Welington, Marcus Vinicius e Daniel
Volantes: Vaguinho, Neném, Yuri, Nicolas, Carlinhos e Igor
Meias: Guilherme, Lafaiete, Rodrigo Rosa e Emanuel
Atacantes: Samuel, Matheus Vasconcellos, Thaylan e Rauli

Análise: Chega à quarta temporada consecutiva buscando o acesso com um comando técnico renovado. Thiago Jardim, treinador de 35 anos, será o responsável por treinar um elenco formado em sua maioria por jovens atletas em busca de espaço no futebol estadual. Para equilibrar a balança, estão peças mais calejadas, como o goleiro Neneca e os zagueiros Rolão e Gato Preto, além do meia Rodrigo Rosa.

Destaque: RODRIGO ROSA - Meia experiente, de 32 anos, que conhece bem o futebol da Região dos Lagos. Possui passagens por Rubro e Sampaio Corrêa, e chega credenciado para ser o principal articulador de jogadas no setor criativo, ocupando a vaga que vinha sendo de Maiqui, que não renovou.

Fique de olho: NENECA - Goleiro de 32 anos que vai para mais uma temporada defendendo o Araruama. Conhece bem o ambiente interno, além de contar com a confiança de jogadores e comissão técnica. Jogando ou não, deverá cumprir papel importante exercendo liderança durante a temporada.

Revelação: VAGUINHO - Volante nascido em Araruama e que vem demonstrando potencial técnico para se destacar na Série B2. Possui 20 anos e ainda está em amadurecimento, mas luta por espaço dentro da equipe principal em pé de igualdade com os demais concorrentes da posição.

Técnico: THIAGO JARDIM - Profissional da nova geração, de apenas 35 anos. Conhece bem o futebol local, acumula experiência em disputas regionais e vem de uma bem-sucedida empreitada no sub-20 do próprio Araruama. Promete uma equipe com variação tática e de personalidade durante os jogos. Resta saber se as ideias encontarão sucesso na prática.

image

image

Fundação: 05/12/1999
Melhor campanha na terceira divisão: 3º (2014 e 2016)
Posição em 2018: 18º (Série B1)

Até o fechamento deste guia o Barcelona não possui quantidade significativa de atletas no Boletim Informativo de Registro de Atletas (BIRA) da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FERJ) para consulta pública. O clube também não respondeu os contatos da reportagem solicitando informações sobre o elenco. Desta forma, o FutRio.net ficou impossibilitado de fazer uma análise mais completa. O site lamenta o transtorno.

image

image

Fundação: 15/11/1908
Melhor campanha na terceira divisão: 2º (2010)
Posição em 2018:

ELENCO
Goleiros: Adílson, Boca e Táfine
Laterais: Rodolfo, Felipe Pernambuco e Willians
Zagueiros: Bruno Santos, Iago, Lucca e Rômulo
Volantes: Aílton, Valdeci e Diogo Alves
Meias: Fábio, Pietro, Maycon, Gláuber e Yogo
Atacantes: DJ Rafael, Ian, John Marques, Lucas, Ninão, Tinga, Carlinhos e Kaike

Análise: O Barra Mansa vem de uma temporada mediana, repleta de altos e baixos. Contudo, o clube passou por uma reformulação, a começar pela comissão técnica comandada por Maurinho, treinador que teve destaque em 2018 pelo Mageense. Mas não para por aí. Além do novo treinador, o Leão do Sul entra na competição com um elenco recheado, principalmente no setor ofensivo. O cenário, de início, parece animador para o time do Sul Fluminense.

Destaque: GLAUBER - Após dois anos longe dos gramados cariocas, Glauber está de volta. O meia armador, de 35 anos, chegou ao Barra Mansa com o peso da experiência, fato que pode ser usado a favor da equipe. Revelado pelo Volta Redonda, despontou em 2005, quando conquistou a Taça Guanabara daquele ano pelo mesmo Voltaço. Despertou o interesse de grandes clubes e partiu para o Botafogo, onde permaneceu por dois anos. Para a Série B2 de 2018, terá a função de organizador, principalmente pela qualidade e experiência.

Fique de olho: DIOGO ALVES - Versatilidade e inteligência na criação são as virtudes do volante, que retorna ao Leão do Sul após seis temporadas. Com 26 anos, o jogador ainda passou por America e Volta Redonda, obtendo destaque no Tricolor de Aço. Na Série B2, Diogo estará ao lado de Glauber, outra peça de qualidade no meio.

Revelação: MAYCON - Artilheiro da Série B2 em 2018 pela categoria sub-20, o atacante pertencia ao Pérolas Negras e chega como principal aposta do Leão do Sul. Concorrência não falta, mas Maycon tem na habilidade e na eficiência os diferenciais para superar a concorrência interna. Vontade o jovem tem de sobra.

Técnico: MAURINHO - O retrospecto não poderia ser melhor. No primeiro ano à beira dos gramados, o treinador conquistou título da Série C pelo Mageense, feito que rendeu o interesse do Leão do Sul em sua contratação. O comandante possui toda liberdade para exercer o trabalho, contando com boas opções no plantel, o que deve facilitar a luta para estar "nas cabeças".

image

image

Fundação: 10/05/1977
Melhor campanha na terceira divisão: 6° (1992)
Posição em 2018: 11°

ELENCO
Goleiros: Felipe
Laterais: Dodô, Márcio Barreto e Ronaldo
Zagueiros: Leandro, Márcio, André Luis, Matheus Félix e Théo
Volantes: Alex, Brendo e Robert
Meias: Gabriel, Djalma, Pedro Henrique e Darlan
Atacantes: Brendon, Cleyton Rosa e Matheus Carvalho

Análise: Com um elenco montado às pressas, o Bela Vista entra nesta Série B2 assim como fez em 2018, buscando a permanência no terceiro escalão do futebol carioca. Para o comando técnico trouxe Cláudio Pinduca, que tem passagem interina pelo Gonçalense, e experiência no trabalho com jovens atletas na região Leste Fluminense.

Destaque: CLEYTON ROSA - Camisa 9 da equipe, é um dos atletas mais experientes do grupo formando para a disputa da Série B2. Será o responsável por fazer os gols e tentar levar a equipe rubra aos triunfos.

Fique de olho: RONALDO - Disputou 11 partidas na última temporada com a camisa do Bela Vista. Tem tudo para ser um dos titulares da equipe em 2019 e ter ainda mais sequência. Com a rodagem que ganhou no ano passado, é cotado como figura de vital importância no plantel.

Revelação: MATHEUS CARVALHO - Jovem de apenas 18 anos, Matheus é a principal aposta da equipe. Sem ter atuado como profissional, o jogador deve receber diversas oportunidades nesta temporada, já que o treinador gosta de atletas mais novos e o elenco é curto.

Técnico: CLÁUDIO PINDUCA - Acostumado a trabalhar com jovens jogadores em São Gonçalo, Pinduca foi convidado a ser o treinador do Bela Vista faltando menos de 20 dias para o início da competição. Vai precisar quebrar a cabeça para manter a equipe de Niterói na Série B2 do Campeonato Carioca.

image

image

Fundação: 12/04/2006
Melhor campanha: 3º (2016)
Posição em 2018: 20º (Série B1)

ELENCO
Goleiros: Marcelo e Emannuel
Laterais: Vinícius, Ruan, Patrick e Esmael
Zagueiros: Lucas, Wilson, Luis Fernando e Ramon
Volantes: Renan, Werlley, Pedro Henrique e Ronalty
Meias: Jhonatan, Higor e Marquinhos
Atacantes: Rosiel, Heverton, Lesley e Luís Cláudio

Análise: Após chegar à primeira divisão através da parceria com o Campos, o Carapebus não conseguiu se sustentar sozinho e ficou apenas dois anos na Segundona. Agora o clube busca um renascimento com elenco dos mais jovens e uma linha de planejamento bem diferente dos últimos anos.

Destaque: MARANHÃO – Revelado pelo clube, o meia está de volta. Esteve presente na parceria do Carapebus com o Campos, conseguindo dois acessos seguidos com o Roxinho. Após uma passagem pela Desportiva Ferroviária (ES), ficou dois anos seguidos no Macaé, antes de retornar. Mesmo com apenas 24 anos, terá a missão de liderar a equipe na Série B2.

Fique de olho: MARQUINHOS – Com apenas 21 anos, se destacou na pré-temporada do Carapebus. Chamou a atenção pela habilidade e poder de finalização. É considerado um dos grandes nomes da equipe para a competição.

Revelação: Lesley – Também com 21 anos, está na primeira competição profissional. Mas isso não o impediu de assumir a titularidade na equipe de Ronaldo Paixão durante a pré-temporada. Jogador de área, tem uma excelente finalização e promete brigar pela artilharia da Terceirona.

Técnico: Ronaldo Paixão – Assumiu a equipe na reta final da Série B1 do ano passado, mas em uma situação praticamente irreversível, não conseguindo evitar o rebaixamento. Agora, começando o trabalho e tendo a oportunidade de montar o elenco, formou um grupo jovem, mas com potencial para lutar pelo acesso.

image

image

Fundação: 30/05/1975
Melhor campanha na terceira divisão: campeão (2002)
Posição em 2018: 10º

ELENCO
Goleiros: Dida e Hugo Nunes
Laterais: Rafael Fuleco, Everton Bizu, Pedrinho e Felipe Martan
Zagueiros: Gabriel, Tom Tom, Hugo Monteiro e Alcino
Volantes: Neto, Gedeil e Álvaro
Meias: Sevilha, Bebeto, Matheus Valença, Felipe Santos e Caio
Atacantes: Daniel Meira, Cleiton e Felipe Daudt

Análise: A campanha de 2018 foi mediana, mas deixou uma boa espinha dorsal a ser utilizada. Pesa a favor do clube o entrosamento e conhecimento do clube que certas peças já possuem desde quando o acesso foi alcançado na Série C em 2017. A identificação de nomes como Dida e Gedeil, que possuem larga rodagem no futebol estadual, também é um ponto forte do CAEC.

Destaque: GEDEIL - Aos 35 anos, vai para a terceira temporada defendendo o clube de sua cidade natal. É referência para os mais jovens, possuindo no currículo um título de Campeonato Brasileiro da Série C pelo Macaé, por onde atuou em mais de 100 oportunidades. No Casimiro, se acostumou a balançar as redes. São 23 jogos desde 2017 e 10 gols marcados.

Fique de olho: MATHEUS VALENÇA - Meia-atacante que fez parte da ascensão meteórica do Campos (ainda na parceria com o Carapebus), obtendo dois acesso seguidos, indo da Série C para a elite em dois anos. Conhece bem as divisões intermediárias do estado e possui bom potencial técnico que o credencia a lutar por titularidade.

Revelação: CAIO - Jogador de apenas 19 anos que se destaca por ser multifuncional. É lateral de origem, mas vem atuando como meio-campista em 2019. Conta com a confiança interna para deslanchar e ser uma das boas opções do plantel ao longo da temporada.

Técnico: OSMAR COARACY - Treinador de 57 anos que possui carreira pavimentada em clubes de Tocantins, Rio Rio de Janeiro e até do futebol paraguaio. Chegou ao Casimiro de Abreu na reta final da pré-temporada, o que pode significar uma dificuldade maior para dar padrão de jogo. Por outro lado, tem experiência de sobra para encontrar atalhos e ajustar o time durante o andamento da Terceirona.

image

image

Fundação: 04/06/2004
Melhor campanha: estreante
Posição em 2018: 2º (Série C)

Goleiros: Thiago
Laterais: Lucas Badoé, Japão e Fabrício
Zagueiros: Matheus Cruz, Baiano, Xavier e Lucas Cunha
Volantes: Léo Oliveira, Handriw, Wladimir e Samuel
Meias: Digreg, Jefinho, Tartá e Rafael
Atacantes: Lelê, Brian, Pingo e Lucas Bolt

Análise: Depois da histórica campanha na Série C do ano passado, com o vice-campeonato e consequente acesso para uma inédita participação na Série B2, o Itaboraí Profute - que, apesar de ter o município do Leste Fluminense no nome, é concentrado na Baixada Fluminense por uma parceria com o Volantes - apostou na manutenção do elenco que teve ótimo desempenho em 2018. Destaque para nomes como Japão, Digreg e Lelê. A ausência mais sentida é a do artilheiro Emerson Carioca, emprestado ao Remo (PA).

Destaque: DIGREG - Camisa 10 do último acesso, era um dos jogadores de confiança daquele time. Marcou, inclusive, o gol que levou o jogo do acesso contra o Campo Grande para a decisão por pênaltis. Famoso no futebol da Baixada Fluminense por passagens marcantes entre os clubes locais, a última delas no Mesquita, é um dos principais remanescentes do time que fez boa temporada e a esperança de criação de jogadas.

Fique de olho: LÉO OLIVEIRA - Jogador experiente, com passagem pelo Flamengo, mas que vem sofrendo com lesões nos últimos anos. Chegou a emplacar uma boa sequência pelo Americano, em 2017, mas em 2018 fez apenas quatro jogos pelo próprio Profute antes de ser entregue ao departamento médico. Em 2019, aos 36 anos, tenta ser o pilar da experiência em meio a um elenco extremamente jovem.

Promessa: LELÊ - Apesar de já ter sido o melhor atacante da Série C em 2018, possui apenas 21 anos e vai disputar pela primeira vez o terceiro nível do futebol carioca. Na última temporada, foram quatro gols em 12 jogos e ótimas atuações na reta decisiva do campeonato, marcando no jogo do acesso (contra o Campo Grande) e na decisão (diante do Mageense). A expectativa é alçar voos mais altos em 2019.

Treinador: MARQUINHOS CABUÇU - Experiente e rodado por clubes da Baixada Fluminense, como Artsul, Mesquita e Miguel Couto, chega para substituir Miúdo, que deixou o cargo após o fim da última temporada. Apesar do nome "Itaboraí", os trabalhos são concentrados em Nova Iguaçu, no Volantes, território que conhece muito bem. Sendo um dos primeiros times a se reapresentar, teve tempo para implantar a metodologia e conhecer os jogadores na busca de mais um acesso na carreira.

image

image

Fundação: 11/08/2006
Melhor campanha na terceira divisão: 2º (2012)
Posição em 2018:

ELENCO
Goleiros: Rodrigo, Jeferson e Helbert
Laterais: Alvaro, Lekinho, André Lima, Vitinho e Bruno
Zagueiros: Tauan, Douglas, Felipe, Géssio e Alfredo
Volantes: Denver, Roberth, Edil e Vitor
Meias: Matheusinho, Matheus Carioca, Thomas, Victor e Andrei
Atacantes: Mbappe, Remerson, Índio, Sávio e Albertini

Análise: O retrospecto desanima. Porém, o clube promete realizar campanha um tanto quanto diferente em 2019. Apostando em jogadores que se destacaram na temporada passada, o Touro se apresenta na Série B2 de forma produtiva e com um comandante que promete luta e entrega do início ao fim. Para este ano, o elenco numeroso deve garantir um bom início de trajetória, ao contrário das experiência recentes.

Destaque: MATHEUS CARIOCA - Depois de brilhar com a camisa 10 do Bela Visa na Série B2 de 2018, chega ao Juventus para ser a referência quando se trata de qualidade técnica. Neste ano, o meia ainda teve uma rápida passagem pelo Grêmio Anápolis (GO), mas não chegou a estrear. Matheus possui 24 anos e tem a missão de manter o bom nível que exibiu na última temporada, quando ajudou o Bela a se livrar do rebaixamento.

Fique de olho: ANDREI - Mais uma peça que defendeu o Bela Vista em 2018 está cotada para ser destaque nessa temporada pelo Touro. O meia de 26 anos, que já foi campeão Terceirona em 2015 pelo Itaboraí, chega para comandar o setor de meio-campo do Alvinegro, que tanto sofreu no último campeonato. Virtuoso, Andrei dividirá o setor com Matheus Carioca.

Revelação: SÁVIO -  Revelado pelo Gonçalense, o atacante de 21 anos é a grande aposta do Alvinegro para a Série B2. A velocidade e a frieza frente ao gol são os fatores que Sávio porta. Sob este panorama, o atacante é sinônimo de esperança no Juventus.

Técnico: LÉO GOIANO - O comandante alvinegro terá um duplo desafio em 2019, já que será a estreia sob o comando de um time carioca. Além disso, terá a grande responsabilidade de reconduzir o Juventus ao caminho do êxito. Bagagem é um ponto a favor do treinador, que acumula passagens por grandes clubes, como Remo (PA). Recentemente o técnico de 42 anos estava no Uberaba (MG), onde conquistou uma vitória em quatro jogos.

image

image

Fundação: 07/09/1917
Melhor campanha na terceira divisão: estreante
Posição em 2018: campeão (Série C)

ELENCO
Goleiros: Serjão, Matheus Santos e Diego Cabral
Laterais: Caetano, Pedro Paulo, Victor, Bruno, Marcos Paulo e Luiz Carlos
Zagueiros: Paulão, Santana, Prachedes e Clemente
Volantes: Dedi, Rodrigo Lopes, Jhonatan, Max e Luíz Cláudio
Meias: Juninho, Adriainho, Rodriguinho, Félix Talibã e Juca
Atacantes: Arturzinho, Otávio, Cláudio Pagodinho, Jansen, Maurício Stronda e Darlan

Análise: A experiência do último ano foi positiva com o título da Série C, mas agora o nível de exigência subiu. Não à toa, a diretoria segue com um trabalho bem estruturado e poder de investimento, conseguindo reforços de renome dentro do cenário das divisões intermediárias do Rio de Janeiro. Jogadores como Adrianinho e Cláudio Pagodinho, carimbados no estado, são exemplos da observação do mercado buscando ampliar a qualidade do plantel.

Destaque: CLÁUDIO PAGODINHO - O folclórico centroavante deixa o Ceres, em outra oportunidade, em busca de sucesso. No último ano liderou a equipe banguense até a fase quartas de final da Série C. Mantém as características básicas: técnica apurada, oportunismo e faro de gol. Tem a missão de ser o condutor e líder do time que conquistou o acesso à B2 na temporada passada, com o título da Quartona.

Fique de olho: ADRIANINHO - O Mago disputará a Série B2 e tem no currículo prêmios de melhor meia da Segundona em anos passados. Com a experiência, consegue avaliar o momento de acelerar e cadenciar as partidas. Camisa 10 clássico, tem tudo para conseguir entrosamento com Cláudio Pagodinho e dar alegrias ao torcedor do Verdão, com um ataque extremamente técnico - características que fazem o setor da equipe se destacar dos demais clubes da divisão.

Revelação: RODRIGUINHO - Já ganhou o prêmio de surpresa da Série C do último ano e é, sem dúvidas, um dos principais concorrentes da Série B2 do Carioca. Baixinho e abusado, o jogador costuma atuar pelos lados do campo, abusando de velocidade e de dribles. Ao lado do citado Adrianinho, tem potencial para ser o principal garçom da competição pelas características de jogo.

Técnico: FERNANDO SANTOS - Começou no Olaria e também atua como preparador físico. Fato que indica uma equipe intensa e de entrega em campo. Trouxe peças que já tem conhecimento e conta ainda com estrutura qualificada para fazer o time engrenar em campo e fazer valer o investimento realizado pela direção.

image

image

Fundação: 29/03/2017
Melhor campanha na terceira divisão: 3º (2018)
Posição em 2018:

ELENCO
Goleiros: Julio, Vinicius, Andrei e Evayr
Laterais: Bruno, Dreivison, Luis Felipe, Rodriguinho, Renan e Gabriel
Zagueiros: Victor Silva, Rivaldo, Índio e João Paulo
Volantes: Alex, Maykon, Marcelo Muniz, Medeiros e Baiano
Meias: Paulinho Fernandes, Badola e Clisman
Atacantes: Jonathan, Thiago, Alex, Fellipe Cruz e Pablo

Análise: Contratou diversos atletas rodados na competição e que já conquistaram o acesso à Segundona. Com mais organização fora de campo, vem forte novamente para tentar subir de patamar no futebol carioca. A comissão técnica contratada agrega ainda mais nessa luta que será a Série B2.

Destaque: PAULINHO FERNANDES - Craque da equipe na última temporada, volta ao Maricá afim de conquistar o acesso. Com qualidade no passe e muita visão de jogo, Paulinho pretende aumentar os números de gols e assistências da última temporada.

Fique de olho: JONATHAN - Vindo do São Gonçalo após duas temporadas na B1, tem a responsabilidade de ser o homem-gol da equipe de Marcus Alexandre. O atacante promete bola na rede, muita luta e dedicação, assim como fez na equipe anterior.

Revelação: CLISMAN - Com apenas 20 anos, terá a primeira oportunidade em uma equipe profissional. Formado por Inter (RS) e Vasco, o meia deve receber oportunidades em sequência de Marcus Alexandre, treinador que gosta de trabalhar com atletas mais novos.

Técnico: MARCUS ALEXANDRE CRAVO - Vice-campeão da Série C em 2014 pelo São Gonçalo FC, volta a comandar uma equipe de divisão de acesso após passar pelo sub-20 do Vasco e profissional do Nova Iguaçu. Ao seu lado, chegam os homens de confiança Alan Ribeiro, preparador físico, e Charles Paes, treinador de goleiros. Marcus teve total autonomia para trazer jogadores que conhece e com experiência na busca pelo acesso.

image

image

Fundação: 09/05/1920
Melhor campanha na terceira divisão: campeão (1981)
Posição em 2018: 12°

ELENCO
Goleiros: Daniel e Yan Cristian  
Laterais: Léo Gonçalo, Pablo, Ian Rodrigues e João Pedro
Zagueiros: Hugo, Walker, Vinicius e Jonatan
Volantes: Cayo Souza, Marcelo Pires, Thurran, Christian e Mumu
Meias: Rodrigo Firú, Ian Resende, Ruan, Rodrigo e Rickson
Atacantes: Rafinha, Robson, Yan Rodrigues, Carlinhos e Luan Gomes

Análise: Pensando no ano do centenário, o Mesquita quer retornar à segunda divisão do Campeonato Carioca em 2020. Para isso, fechou parceria com o Madureira, recebendo alguns jogadores emprestados - além disso, jogará no Estádio Aniceto Moscoso. Após a campanha ruim de 2018, quando o Tubarão da Baixada lutou pra não cair, o foco agora é o acesso para completar 100 anos na Série B1.

Destaque: ROBSON – Em meio a um grupo jovem, Robson terá a missão de comandar os garotos do Mesquita. Com 42 anos, o atacante é muito rodado no futebol do Rio de Janeiro, tendo defendido clubes como Goytacaz, Macaé, São João da Barra e Nova Iguaçu.

Fique de olho: RICKSON – Apesar de ter apenas 20 anos, sempre foi tratado como uma joia no Madureira. O jovem chegou a passar pelas categorias de base do Vitória (BA). No ano passado, teve a primeira oportunidade profissional atuando pelo Barra da Tijuca e agora chega com a responsabilidade de ser o camisa 10 do Tubarão da Baixada.

Revelação: RAFINHA – A parceria com o Mesquita foi vista como uma excelente oportunidade para o Madureira dar rodagem profissional a Rafinha. Com apenas 19 anos, o atacante sempre chamou a atenção na base pela habilidade, velocidade e faro de gol. Apesar da pouca idade, é uma das principais peças do plantel.

Técnico: ÍNDIO – Prestes a completar 61 anos, já treinou dois clubes no Rio de Janeiro: Aperibeense, onde foi vice-campeão da terceira divisão, e Serrano. Na época de jogador, começou a carreira no Vasco e atuou também por Goytacaz, Serrano e Volta Redonda. Somou ainda uma passagem pelo Corinthians (SP), mas viveu o melhor momento no Coritiba (PR), onde foi campeão Brasileiro de 1985, derrotando o Bangu na final.

image

image

Fundação: 15/08/2016
Melhor campanha na terceira divisão: 4º (2018)
Posição em 2018:

ELENCO
Goleiros: Jefferson e Wellington
Laterais: Simson, Carlinhos e Felipe Virgulino
Zagueiros: Oracius, Badio, Carlão, Thuram, Jhonatan, Marlon,
Volantes: Jaquito, Kaique, Pedro Giacomini e Pedro Isidoro
Meias: Marckenson, Jefinho, Juan Rodriguez e Jean Henrique
Atacantes: Matheus Pinheiral, Adriano, Pedrinho, Rafael Paty e Willian Carioca

Análise: Viu o acesso bater na trave em 2018 logo na participaçãoo de estreia na Terceirona. Com a experiência adquirida e a estrutura que possui, o clube está no patamar dos favoritos. Segue investindo em jogadores haitianos, provenientes da ONG Viva Rio, mas realizou troca de sede: saiu de Paty dos Alferes e foi para Resende. Com isso, mandará as partidas no Estádio do Trabalhador.

Destaque: JEFFERSON - Goleiro que teve passagem destacada pelo clube no título da Série C, em 2017. Cedido pelo Resende, é, sem dúvidas, um dos principais nomes da posição na Terceirona. Aos 24 anos, parece ainda mais maduro após passagem no futebol mineiro.

Fique de olho: MATHEUS PINHEIRAL - Atacante que defendeu o Barra Mansa em 2018 e se destacou numa equipe de baixa qualidade técnica. Agora, num time cotado para disputar o acesso, tem tudo para desempenhar um futebol ainda melhor.

Revelação: BADIO - Zagueiro de apenas 19 anos, haitiano, e que conquistou espaço entre os titulares durante a pré-temporada. É uma das figuras que representa bem o papel do Pérolas, aliando esporte em alto rendimento e oportunidade para estrangeiros que se encontravam em situação de vulnerabilidade social.

Técnico: LUIZ PAULO - Aos 43 anos, possui bom currículo. Trabalhou em equipes tradicionais do futebol nacional, como ASA (AL) e Remo (PA). Tem experiência recente na Terceirona do Rio, comandando o Bela Vista, em trabalho de recuperação há duas temporadas. Terá a missão de dar seguimento à trajetória positiva que vem sendo construída pelo Pérolas desde 2017, sempre brigando na parte de cima da tabela.

image

image

Fundação: 26/03/1922
Melhor campanha: 4º (2013)
Posição em 2018:

ELENCO
Goleiros: Jhonny, Herlon, Luan, Maicon e Deivid
Laterais: Wesley, Mika, Robinho, Régis, Baiano e Vinícius Lee
Zagueiros: Josafá, Cristian, Jefferson Nathan, Caio, Rafael e Davison
Volantes: Douglas, Luan, Matheus Oliveira, Patrick, Matheus e Michel
Meias: André Mello, Thiaguinho, Richard, Hugo, Vitinho, Jean e Arthur
Atacantes: Hudson, Celsinho, Leandro Sardinha e Davidson Santos

Análise: Depois de bater na trave em 2018, o Queimados perdeu muitas peças de destaque para esta temporada. Mas o Dragão da Baixada repete a mesma fórmula e aposta em nomes jovens do futebol local, além de contar com alguns atletas mais rodados e experientes. Além disso, também tem no elenco um grupo de jogadores que disputou a última Copa São Paulo de Futebol Júnior pelo São Raimundo (RR).

Destaque: LEANDRO SARDINHA - Artilheiro e campeão pelo Nova Cidade em 2018, o atacante de 24 anos está de volta ao futebol carioca após curta passagem pelo Atlético Itapemirim (ES). Veloz e com finalização apurada, tem versatilidade para autar pelas pontas e também conta com presença de área.

Fique de olho: CELSINHO - Símbolo máximo de gols quando se trata do Queimados. Foi artilheiro e referência no Dragão entre os anos de 2011 e 2014, mas não atua profissionalmente há três temporadas. De volta aos gramados, o centroavante de 35 anos, mesmo lutando para se encaixar na melhor forma física, se destaca em jogos-treino, anotando gols e nas construções das jogadas. Finalização e o pivô são os seus fortes.

Revelação: LUAN - Com apenas 21 anos, o volante chegou a ter algumas chances de atuar na temporada passada. Com a remontagem do elenco, pode receber mais chances e ter uma melhor sequência neste ano. Além de compor o sistema defensivo, o jogador também se destaca pela presença na armação, com cadência e entrega física.

Técnico: ALEXANDRE NARCIZO - Depois de comandar o Queimados nas categorias de base, o jovem treinador recebe a oportunidade de trabalhar na equipe profissional. Desta forma, o clube segue o padrão adotado desde a última temporada, optando por nomes conhecidos no futebol da cidade. Tem a confiança do grupo e conta com a voz dos atletas experientes para se conectar aos mais jovens.

image

image

Fundação: 09/10/1952
Melhor campanha na terceira divisão: 4º (2017)
Posição em 2018: 11º

ELENCO
Goleiros: Ewerson, Phillipe, David, Gabriel Siqueira e Esteves
Laterais: Caio Thimóteo, Leandro Silva, Carlinhos, Robson Santoro e Baré
Zagueiros: Mello, Renan Souza e Juan
Volantes: Chico, Vinícius Brandão, Demerson e Michel Carneiro
Meias: João Marcos, Bernardo, Raphinha Thomaz, Igor Leandro, Leandrinho, Lúcio Gabriel e Izaque 
Atacantes: Talisca, Douglas Reis, Marcelo Cardoso, Marcelo Júnior, Alex Camilo, Pipoca, Sidão e Baixo

Análise: O Alvinegro se manteve na Série B2 em 2018 graças à queda do São Cristóvão nos tribunais. Fato que foi suficiente para gerar uma reformulação no comando do clube e dentro de campo. Mais estruturado, adquiriu algumas peças de qualidade técnica superior ao último ano - e não somente força física, como em 2018. A competição pede uma mistura dos dois e talvez o clube consiga apresentações convincentes caso entenda esta máxima. 

Destaque: RAPHINHA THOMAZ - Cria do Internacional (RS), começou na lateral, mas, pela qualidade técnica, passou para o meio-campo. Canhoto e habilidoso, pode ser o ponto diferencial da equipe na disputa de uma Série B2 tão pegada. Caso consiga encaixar o seu jogo com a maneira de se atuar na Terceirona, pode ser o termômetro do Rio São Paulo.

Fique de olho: MELLO - Polivalente, acumula funções na equipe. Pode atuar como zagueiro, mas também na faixa central do campo. Com 27 anos de idade, atingiu bom ponto de maturidade e se credencia a ser um dos líderes. Entrega e comprometimento tático são algumas das características que podem confirmar ele na linha inicial do Alvinegro do Campinho em nova temporada.

Revelação: CHICO - Com 21 anos de idade busca se consolidar no futebol profissional. Zagueiro de origem, demonstrou qualidade na pré-temporada e foi deslocado para atuar como primeiro volante, fazendo a saída de bola. Juventude, vigor, além do passe qualificado, são os pontos altos do atleta que fez a base no Olaria.

Técnico: REINALDO BARTOLO - Chegou para ser auxiliar de Abedi, mas acabou assumindo a função após repentina saída do ex-jogador. Participou de toda a pré-temporada e tem em mãos um grupo jovem. A missão é imprimir comprometimento tático na equipe, que volta para o Rio de Janeiro, após uma fase em Barra Mansa, quando ainda era gerida por outros dirigentes.

image

image

Fundação: 01/10/2007
Melhor campanha: 2º (2017)
Posição em 2018: 19º (Série B1)

ELENCO
Goleiros: Vinícius, Lucas Rangel e Ricardo
Laterais: Cesar, Alexandre, Marcelinho, Raik e Lucas Batista 
Zagueiros: Leozão, Lucas Pfatzgraff, Kenshiro, Celso e Michel
Volantes: Felipe, Marcelo Magalhães, Luciano, Seedorf e Jonathan
Meias: Melo, Rafael, Layson e Darlan
Atacantes: Flávio, Danilo, Ezequiel, Pedro Giolito, Christian, PH, Márcio Couto e João Vitor

Análise: O rebaixamento da Série B1 em 2018 não mudou a filosofia de trabalho do Santa Cruz. O foco segue sendo a montagem de um grupo de jogadores jovens, adequados à metodologia do clube, que busca revelar e dar espaço para atletas que ainda sonham em atuar nas divisões superiores. A maior parte do elenco é oriunda do projeto Esportistas, liderado pelo técnico Milson Ferreira. Foi desta forma que, em 2017, o Santa conquistou o acesso na primeira e única vez que disputou a Série B2. O maior desfalque é Rincón, negociado com o Cuiabá (MT).

Destaque: CHRISTIAN - Um dos remanescentes da última temporada, quando ganhou espaço e foi titular em toda a reta final, o jovem atacante é visto como uma das apostas da temporada. Além do Santa Cruz, já defendeu Campo Grande e Queimados, tendo a experiência de jogar outras duas divisões do Rio de Janeiro. No entanto, apesar da rodagem, tem apenas 22 anos, e deve ser a opção ofensiva nos lados do campo.

Fique de olho: MÁRCIO COUTO - Criado no Fluminense, onde atuou por quase 10 anos, teve breve passagem pelo Canto do Rio em 2018, mas foi pouco aproveitado no clube niteroiense, atuando apenas na estreia. É também um atacante de lado, com passagem recente pelas categorias de base do Madureira, e tem apenas 22 anos, atendendo o perfil de jogadores jovens utilizado pelo Santa Cruz.

Promessa: PEDRO GIOLITO - Após chamar a atenção do America no time reserva do Santa Cruz na Copa Rio, foi contratado pelos rubros ainda com idade para atuar no Torneio OPG, mas não recebeu chances entre os profissionais. Pouco aproveitado, acertou o retorno ao próprio Santa Cruz, onde deve atuar mais vezes, especialmente pela boa impressão causada nos confrontos do mata-mata em 2018.

Técnico: MILSON FERREIRA - Líder do projeto que é o principal incentivador do futebol profissional atual do Santa Cruz, Milson tem 40 anos e está no cargo desde 2017, montando o elenco, gerindo time e grupo. Tem no currículo o vice-campeonato da própria Série B2 daquele ano, mas foi também o treinador do rebaixamento em 2018. Goza de confiança na diretoria, tanto é que foi mantido para mais uma temporada.

Tags: Carioca Série B2, Guia FutRio

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por