Em 11/07/2019 às 16h02

Madureira soma atuações ineficientes e apaga 2019 de forma precoce

Gaúcho comenta derrota contra o Audax e não define futuro no Madura


Autor: Vitor Melo / Foto: Vitor Melo (FutRio)

Um ano para esquecer. Após lutar contra o risco da Seletiva no Carioca, o Madureira voltou a assumir atuações improdutivas e foi eliminado de forma precoce da Copa Rio. O revés dessa vez ocorreu pelas oitavas de final, contra o Audax, que não teve muito trabalho para avançar de fase com o placar agregado totalizando 3 a 0. 

O cenário da Rua Conselheiro Galvão não poderia ser outro: melancolia e desalento, por um clube que triunfou apenas uma vez em 14 partidas nesta temporada. Juntando os cacos que restaram, o treinador - chegou ao seu terceiro revés em cinco jogos - buscou explicações para o súbito desfecho.

- Tínhamos um planejamento de chegar até a final, mas é um time em formação, time de jovens, molecada toda com idade de juniores, de juvenil inclusive. Um time bem jogado, como a equipe do Audax fez um grande jogo. Acho que o Audax fez duas partidas com inteligência, uma equipe forte, que marcou bem. Nós tivemos dificuldade para poder igualar o jogo - afirma Gaúcho, que continua:

- Então, temos só que lamentar, porque é duro você sair da competição na primeira parte. Mas temos que encarar isso como futebol. Não tem como mudar isso aí, a bola rolou, foram mais organizados, tiveram mais sorte no jogo. Não conseguimos colocar a bola para dentro do gol e foram mais felizes, jogaram com inteligência, jogaram com força, jogaram determinados. Mereceram o resultado - completa.

Pertencente ao panorama atual brasileiro, técnicos vivem de resultados. E quando os resultados são ruins, as incertezas passam a tomar conta do protagonismo. Habitando neste momento, Gaúcho aborda o futuro com uma ótica indefinida, sem apontar certeza no seu comando sob o Madura.

- Isso é uma coisa que já tínhamos programado. Se não passasse, iria parar agora para voltar em novembro, para o Carioca. Não tem mais nada para jogar esse ano, vamos ver o que vai acontecer para frente. Competições não tem mais, já tinha acertado isso com o presidente, pois eu vim para tirar o Madureira daquela situação que estava no Carioca, que escapamos da Seletiva. Agora é aguardar e ver o que o Madureria projeta daqui para frente - finaliza.

Eliminado da última e única competição que restava, o Madureira retoma as atividades somente em novembro, quando começa os projetos para o Campeonato Carioca. 

Tags: Madureira, Gaúcho

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por