Em 19/07/2019 às 16h04

Duque de Caxias revive cenário de 2017 e busca novo desfecho positivo

Há dois anos, clube avançou às semifinais da Taça SD de maneira improvável


Autor: Redação FutRio / Foto: Gabriel Farias (FutRio)

O Duque de Caxias depende de uma combinação de resultados para avançar às semifinais da Taça Santos Dumont nesta temporada. Cenário que não chega a ser inédito. Há dois anos, na Segundona, a história foi a mesma. Era precisa vencer e torcer por pelo menos dois tropeços de adversários. E aconteceu.

Léo Guerreiro, que estava no elenco caxiense em 2017, é quem relembra o espisódio. Ele usa o próprio exemplo do clube para inserir motivação no atual desafio. Acreditar é preciso, além de fazer a próprio parte contra o Bonsucesso.

VEJA TAMBÉM:
Mário Junior avisa: foco principal do Duque de Caxias é na classificação geral

- Em 2017 estávamos nessa mesma situação no primeiro turno. Fomos contra o Artsul precisando vencer e conseguimos o resultado, chegamos na semifinal. Vamos fazer nosso papel dentro de campo, vencer, e os outros resultados não importam. Importa é fazermos nosso dever, nosso trabalho - disse o artilheiro, que também aponta a classificação geral como meta.

- Independente da semifinal, temos que melhorar na tabela, tirar o Duque daquela zona de desconforto lá embaixo e colocar lá em cima. Se conseguir vencer a partida, que vai ser dificílima, e os outros resultados derem certo, conseguindo nos classificar, toda honra e toda glória a Deus.

Secar, mas sem desconcentrar

Além de vencer seu jogo, o Duque de Caxias precisa torcer por um empate entre Campos e Friburguense, e ainda um tropeço do Serra Macaense contra o Barra da Tijuca. O zagueiro Dilsinho deixa o alerta: não adianta ficar pensando sobre o que acontece nos outros jogos da rodada.

- Costumo dizer que temos que fazer nossa parte independente dos outros. Não adianta torcer contra os adversários e não fazer nossa parte. Sabemos da qualidade do time do Bonsucesso, mas o mando é nosso e temos que fazer valer isso. Se tiver que passar, beleza. Se não tiver que passar, a gente pontua do mesmo jeito.

O meia Kariri segue a mesma linha de raciocínio. Ele exalta a qualidade do Bonsucesso, mas lembra que o Duque estará atuando dentro de casa, o que aumenta responsabilidade pelo resultado positivo.

- Vamos ter que jogar pensando na vitória de qualquer jeito. Temos um jogo muito difícil dentro de casa, contra uma equipe invicta até o momento, muito qualificada. Vamos jogar para ganhar e torcer que os resultados que a gente precisa aconteçam e que possamos conseguir a classificação.

Duque de Caxias e Bonsucesso medem forças às 15h deste sábado (20), no Marrentão. O Placar FutRio acompanha a rodada final da Taça SD em tempo real.

Tags: Duque de Caxias, Carioca Série B1

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por