Em 14/08/2019 às 17h32

No apagar das luzes, Mesquita vira sobre Pérolas e vence a primeira no returno

Alvinegro conquistou a virada aos 48 do segundo tempo


Autor: Vitor Melo / Foto: Vitor Melo (FutRio)

Emoção, reviravolta, gol no fim e festa alvinegra. Estes foram os aspectos do triunfo alvinegro contra o Pérolas Negras, na tarde desta quarta-feira (14), pela quarta rodada do returno da Série B2. O time visitante inaugurou o placar com Marlon, na reta final da partida. Porém, com gols de Daniel e Ian, o Tubarão da Baixada alcançou a virada nos acréscimos e fez a festa no Aniceto Moscoso. Com este resultado, o Mesquita deu adeus à zona de rebaixamento e subiu para a 10ª colocação da classificação geral, onde soma 11 pontos. Já o Pérolas, segue na vice-liderança, com 21 pontos.

Na próxima rodada, o Mesquita vai visitar o Itaboraí Profute, no Joaquim Flores, no dia 25, às 11h. O Pérolas atua no dia 26, contra o Queimados, no Estádio do Trabalhador, às 15h.

Mesquita toma iniciativa, propõe o jogo, mas desperdiça oportunidades 

O primeiro tempo do duelo foi amplamente dominado pelo Mesquita. Ciente da necessidade da vitória, para colocar fim ao jejum no returno, o Tubarão apresentou um esquema ofensivo, que ocasionou nas principais oportunidades. A primeira delas, surgiu antes mesmo do fim do primeiro quarto, na boa jogada de Ian pelo meio. Na hora da finalização, Junior recebeu o passe e carimbou a trave de Wellington. 

Após a parada técnica, o ímpeto inicial do time mandante foi freado pela marcação do Pérolas Negras. Porém, o protagonismo alvinegro prosseguiu até o fim. Em nova chance, aos 30 minutos, Daniel roubou a bola no campo de ataque, carregou até a intermediária e soltou a bomba. Na sequência, o arqueiro foi providencial e impediu o tento inaugural. 

Mesquita sofre golpe, vira no apagar das luzes e vence a primeira no returno

A etapa complementar voltou a reunir os mesmos aspectos dos primeiros 45 minutos. O Tubarão da Baixada foi o dono da posse de bola, controlou o jogo, mas pecou na hora da finalização. Acuado na retaguarda pela pressão adversária, o técnico Luiz Paulo buscou soluções no banco de reservas, com a entrada de um atacante: Cleber assumiu a função da puxada do contra-ataque e pôde renovar o fôlego da equipe. 

Aos 35 minutos, o Pérolas conseguiu um escape em velocidade e, em uma bola, resolveu o seu problema. O juiz alegou penalidade no toque de mão da defesa alvinegra e, na marca da cal, Marlon cobrou com maestria e inaugurou o placar: 1 a 0. 

O Mesquita não se abateu com o golpe, se lançou ao ataque e foi premiado com um gol. Aos 45 minutos, a bola rebateu após o cruzamento para a área, o goleiro chegou a tocar na bola, mas a árbitra assistente correu para o meio e confirmou o gol de empate. Aos 48 minutos, de forma inimaginável, ocorreu o golpe de misecórdia: Ian recebeu na direita, carregou até o meio e arrematou para o gol, virando a partida: 2 a 1. 

A partida
Mesquita 2x1 Pérolas Negras - Carioca Série B2, 2º turno, 4ª rodada - 14/08/2019 às 15h

Estádio Aniceto Moscoso (Rio do Janeiro - RJ)
Árbitro: Luciano Peixoto Santos 
Assistentes: Fernanda Vieira do Nascimento e Thayse Marques Fonseca 

Mesquita: Daniel; Cayo, Bahia e Jordan; João Pedro (Rickson, 40’/2°T)), Ian, Mumu e Denilson; Luiz Henrique, Daniel e Junior (Luan Gomes, 40’/2°T). Técnico: Leandro Nascimento.

Pérolas Negras: Wellington; Davidson (Carlinhos, intervalo), Jhonathan, Thurran e Simson; Marlon Paraná, Kaique (Cleber, 20'/2ºT), Pedro Isidoro e Pedro Lincoln; Rafael Paty (Kieza, 40’/2°T) e Adriano. Técnico: Luiz Paulo.

Cartões amarelos: Junior (MES); Pedro Isidoro (PRN).

Gol: Marlon, 37’/2°T (1-0); Daniel, 45’/2°T (1-1); Ian, 48’/2°T (1-2).

Tags: Mesquita, Pérolas Negras

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por