Em 01/10/2019 às 11h22

Paulinho Fernandes rebate declarações do RSP sobre estar acima dos outros

Meia afirmou que todos os jogadores estão no mesmo nível técnico


Autor: Jhonathan Jeferson / Foto: Jhonathan Jeferson (FutRio)

image

A final da Série B2 foi no último domingo (29), mas algumas declarações dadas pelos jogadores do Rio São Paulo, sobre o nível da equipe estar acima dos outros clubes e que haviam jogadores de time grande no grupo, não caiu bem no Maricá. O meia Paulinho Fernandes fez questão de responder e afirmou que, caso tivesse alguém acima da média, estaria jogando a Série A do Campeonato Brasileiro. E em relação aos jogadores de times grande, o Maricá também tem seus atletas que já passaram por esses clubes.

- O Futrio é o site mais lido quando se trata de futebol no Rio de Janeiro, então quando você dá uma declaração dessas a repercussão é grande. No momento de empolgação a gente fala as coisas mesmo, ainda mais quando se ganha um título. Parabenizo a instituição e jogadores do Rio São Paulo pela conquista, como parabenizo a todos que jogaram essa divisão, que é tão dura e cheia de dificuldades, muitos atletas vivem numa realidade muito distante do que é o futebol. Quando você fala alguma coisa nesse sentido fere não só nós que perdemos a final, mas, todos que participaram do campeonato. Eu também fui revelado por um time grande, fui campeão Brasileiro da Série B com a Portuguesa de Desportos, nossa equipe também tem jogadores que jogaram em times grandes, como o Victor Silva, ex-Vasco, Jonathan, ex-Vasco, Edu Pina, ex-Vasco, Bruno Medeiros, Ex-Flamengo e Botafogo... Agora estamos numa realidade diferente, então com todo respeito não vejo ninguém acima, eles foram felizes dentro de campo, e as vezes o futebol é assim, faz parte do espetáculo até mesmo as declarações. Creio que no momento de empolgação acabaram falando isso. Mas se fossemos acima da média, não estaríamos jogando a Série B2, mas, sim a primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Mais uma vez, parabéns ao Rio São Paulo e ao Maricá pelo acesso e a todos os jogadores guerreiros de todas as equipes que participaram desse campeonato. 

Paulinho comentou também sobre o tri-vice dentro da Série B2. A equipe foi derrotada na final do primeiro e do segundo turno e na decisão final. O camisa 10 do Maricá afirmou que não sabe explicar o que fazer, mas garantiu que o título vai chegar quando o clube estiver mais precisando e prometeu um Maricá brigando por coisas maiores em 2020.

- É difícil, não sei o que faltou, é difícil explicar quando não se ganha, existe uma frase que é a pura verdade: "na final, alguém vai rir e outro vai chorar, um vai ser feliz e o outro vai voltar triste pra casa". Chegamos em três finais e perdemos, é algo inexplicável, como poderíamos ter ganho os dois turnos e subir direto, e ser campeão com três títulos. Então é complicado pensar o que pode ter faltado. Mas, o trabalho foi feito, o Maricá agora está na Série B1 2020, mudou de patamar e é isso que importa. O principal objetivo foi alcançado, o Maricá só tem três anos de existência, o título que o clube tanto sonha vai chegar na hora certa. É continuar o trabalho bem feito que vem fazendo, honrando os compromissos em dia, dando toda estrutura de trabalho, fazendo o certo como tem que ser, que tenho certeza, em 2020 o Maricá Futebol Clube vai vir forte e brigando pra subir pra Série A.

Tags: Maricá

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por