Em 29/10/2019 às 10h34

Assad passa a limpo temporada do São Gonçalo e prevê um futuro melhor

Presidente acredita que nova fórmula do Estadual tende a ser melhor


Autor: Jhonathan Jeferson / Foto: Pedro Costa

image

O São Gonçalo começou a temporada 2019 empolgado para a Série B1, já que o clube havia fechado uma parceria com o exército, o que daria uma estrutura de trabalho melhor aos atletas. Entretanto, dentro de campo as coisas não funcionaram bem e o Azul e Branco chegou a figurar na última colocação na tabela de classificação, tendo, praticamente, duas equipes diferentes durante o Estadual.

Ciente dos problemas encontrados durante a Série B1 de 2019, Reginaldo Assad não passou a mão no trabalho. O presidente deixou claro que o primeiro turno foi bem ruim e isso pode ter tirado uma chance melhor de acesso para o Azul e Branco. Além disso, o mandatário lembrou que o papel do seu clube foi bem feito em alguns pontos, já que as equipes que subiram foram derrotas pelo Mais Queridos por placares importantes.

- Mais uma vez conseguimos disputar a competição tendo condições de brigar pelo acesso. Sabemos que futebol não é um jogo só, mas o parâmetro que podemos ter é que as duas equipes que subiram nós vencemos por 2 a 0 do Friburguense e 3 a 0 do America. Logicamente que isso não vai dizer o que foi o campeonato. Nós tivemos condições de, de repente, galgar uma situação melhor, mas faltou um pouco no primeiro turno. Uma série de fatores que a gente planejou que saísse de uma maneira e não saiu. Algumas coisas que achamos que fossem dar certo, não funcionou bem. Esses pontos que nós perdemos no início, nós fizeram falta na reta final. Porque a campanha do segundo turno ela foi muito boa e conseguimos chegar na última rodada em condições de ir a semifinal. Olhando numa maneira geral, nós fomos bem. Na classificação geral, ficamos abaixo do que esperávamos. Eu esperava que fossemos ficar entre os seis primeiros, mas não conseguimos justamente por conta desses pontos que nós perdemos no primeiro turno. O trabalho realizado pelo Renato Alvarenga, Léo Goiano e os jogadores nos levou até o finalzinho brigando pelo acesso, o que nos dá uma perspectiva boa para o futuro.

Ciente de que precisa de algo mais, Assad afirmou que o São Gonçalo vem fazendo um trabalho de base que pode elevar a equipe a outro patamar em pouco tempo. O presidente do Mais Querido afirmou que o clube precisa de atletas que tenham a raiz do São Gonçalo e foi com a chegada desses jogadores, que o clube conseguiu se reerguer em 2019.

- Estamos fazendo um trabalho de base que dentro de dois ou três anos, vamos ter condições de sair com atletas com perfil do clube, com nossas características, entendendo a filosofia do clube. Vai nos facilitar um pouco, porque vamos ter um potencial futuro bom, que vai nos dar uma estrutura de atletas, melhor para se pontuar algumas peças. Esse ano praticamente montamos uma equipe pro primeiro turno e depois outra pro segundo. No final foi até positivo, mas poderia ter sido muito ruim. Nós passamos um período de duas rodadas em último lugar. Isso não foi planejado. A gente conseguiu se superar com esses atletas que tem a raiz do clube, que já haviam passado pelo clube, que entendem como a gente gosta, entre outros que chegaram e vestiram a camisa de forma positiva. Nos ajudaram. Para o futuro, o trabalho do São Gonçalo é olhar para os jovens atletas. Temos uma lista já que pretendemos trabalhar. Temos um trabalho a longo prazo para que tenhamos jovens com potencial futuro e a nossa perspectiva está cada vez maior.

Reginaldo Assad comentou também sobre o novo formato que o Campeonato Carioca vai ganhar nos próximos anos. O mandatário do Azul e Branco deixou claro que vai ser melhor para as equipes, mas que o acesso com o tempo ficará mais difícil, então em 2020 é o grande momento para conseguir essa elevação de patamar.

- Acho que é muito mais gostoso quando se consegue o acesso e vai direto ao objetivo final, que é subir de uma Série B1 para a Série A. Ou com esse novo regulamento de uma A2 para A1, que deve ser a principal divisão. O que acontece é que, além de brigar com equipes fortes, a condição do acesso era para uma Seletiva, que você ainda ia precisar passar por uma outra guerra para chegar ao objetivo final que é a elite. Com esse novo regulamento vai diminuir a quantidade de equipes, consequentemente, a briga pelo acesso vai ser mais difícil, vai ser maior. Mas ao mesmo tempo, a probabilidade de alcançar o objetivo final, que é disputar a elite Estadual aumenta. Então vamos nos programar, fazendo um planejamento para a Série B1 do ano que vem, que vai dar uma quantidade maior de acesso para a nova divisão. Não tenho dúvidas que em um futuro próximo, vamos estar alcançando nosso objetivo principal que é disputar a elite do futebol carioca - que completou, explicando como o Azul e Branco vem se mexendo fora das quatro linhas para ficar em pé de igualdade com outras equipes e, futuramente, chegar podendo brigar em uma Série A.

- O São Gonçalo tem se profissionalizado dentro das quatro linhas. Tem buscado projetos e parcerias que serão fundamentais para o clube se sustentar. É algo que a gente vem trabalhando, tentando regularizar tudo para que o clube esteja apto a dar um passo maior. A gente sempre quis chegar a Série A, mas com condições de brigar por igualdade e permanecer. A gente entende que não era o nosso tempo de chegar. Ainda falta um pouco em comparação a essas equipes que chegaram. Sabemos que têm equipes, dentro da própria Seletiva, que tem uma condição de estrutura melhor que a nossa, mas estamos perto de chegar a esse nível. Não tenho dúvidas de quando o São Gonçalo tiver essa condição, brigar com igualdade, estar na elite do futebol carioca, uma cidade desse tamanho, dificilmente não teremos sucesso ou bater e voltar. É nisso que temos trabalhado.

Tags: São Gonçalo

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por