Em 12/11/2019 às 18h13

Paulo Henrique se aproxima de bater recorde de jogos pelo Nova Iguaçu

Com 184 partidas, ele está 12 atrás de Jefferson, antigo companheiro de clube


Autor: Redação FutRio / Foto: Bernardo Gleizer (NIFC)

image

Um velho conhecido está de volta ao Nova Iguaçu com disposição de garoto. Aos 36 anos, Paulo Henrique vai emplacar sua 13ª temporada seguida no Orgulho da Baixada, equipe que chegou em 2007, tendo sete saídas breves, seis delas por empréstimos, e em períodos que o Laranja Iguaçuano não tinha campeonatos em disputa.

E esse retorno de Paulo Henrique pode ser mais do que especial para o jogador. Com 184 jogos pelo clube, ele está perto de superar Jefferson, seu grande parceiro de Nova Iguaçu, que hoje defende a Portuguesa e vestiu a camisa laranja em 195 partidas. O volante disse que será um marco se tornar o atleta que mais defendeu o Orgulho da Baixada, mas afirmou que não queria quebrar a marca do amigo.

- Será legal, por um lado, se tornar o jogador que mais vestiu a camisa do Nova Iguaçu, um clube que eu gosto, que eu amo. Mas eu não tinha a pretensão de quebrar o recorde do Jefferson. Vivemos juntos aqui no clube. Nunca houve essa rivalidade entre ele e eu. Nos falamos até hoje. Um irmãozão que o futebol trouxe para mim. Só Deus sabe o quanto já sofri com esse clube. Por isso, quebrar esse recorde me deixará feliz, pois foi um clube que me proporcionou grandes coisas - ressaltou o ídolo iguaçuano, que agradeceu a diretoria do clube pelo seu retorno.

- É gratificante estar de volta ao Nova Iguaçu. Agradeço ao presidente Jânio Moraes, ao Vitor, e a toda comissão técnica por me chamar de volta. É um clube que eu gosto de trabalhar, amo de coração. Será uma responsabilidade a mais para mim. Mas agradeço a Deus por mais uma oportunidade.

Dificuldades da Seletiva

Paulo Henrique vai disputar sua terceira Seletiva pelo Nova Iguaçu. Em 2017, foi dele o gol que classificou o Laranja Iguaçuano para a fase principal do Campeonato Carioca. Mas este ano, o clube não conseguiu avançar e teve que se livrar do rebaixamento no Grupo X. O volante falou das dificuldades da primeira parte do Estadual.

- É difícil falar da Seletiva, um campeonato de cinco jogos. Não desmerecendo os outros times, mas este ano o melhor elenco era o nosso e não conseguimos os nossos objetivos. Seletiva é jogo a jogo. Claro que o nosso objetivo, e de todos os clubes, é chegar à fase principal. Se Deus quiser, vamos conseguir esse objetivo - disse.

Grupo atual do Nova Iguaçu

Se considerou o elenco deste ano o melhor da Seletiva, Paulo Henrique também elogiou o grupo que vem sendo montado para 2020, mas deixou claro que os jogadores terão que mostrar a qualidade da equipe dentro de campo.

- O elenco está sendo bem montado. Não sei se vão chegar mais jogadores, mas quem chegou, veio para somar, atletas de qualidade. Temos que colocar em pratica o nosso trabalho no dia-a-dia, para se Deus quiser, colhermos os frutos lá na frente - frisou.

O Nova Iguaçu segue em pré-temporada até o dia 21 de dezembro, quando estreia na Seletiva contra o Friburguense, em casa, no Laranjão, às 15h. O time ainda pega America, Americano, Macaé e Portuguesa na Seletiva.

Tags: Nova Iguaçu, Paulo Henrique

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por