Em 02/12/2019 às 10h09

Winston comenta jornada dramática do Ceres rumo ao título da Série C

Alviceleste superou dificuldades ao longo da Quartona, mas ficou com o troféu


Autor: Redação FutRio / Foto: Vitor Costa (FutRio)

A Série C do Campeonato Carioca 2019 tem dono e trata-se do Ceres. O Alviceleste da Rua da Chita levantou a taça da competição após bater o rival Campo Grande na final, no Marrentão, em uma virada com roteiro de cinema por 3 a 2. O diretor de futebol do clube, Winston Soares, relatou todos os dramas que a equipe precisou superar ao longo da jornada durante a Quartona, até mesmo antes do duelo decisivo, e disse que o Ceres possui um objetivo de alcançar a Elite do Estadual, através de um planejamento solidificado.

- Tivemos problemas e um ônibus que pagamos, faltou. Tivemos ir para um jogo, que era 10h, de carro. Muita gente não sabe isso. Neste domingo (1º), por volta de 12h, o médico me avisou que não poderia comparecer (ao Marrentão). Começamos a ligar para vários médicos e, graças a Deus, tivemos até três durante a partida. A gente vem em um ano muito difícil, como está para todo mundo que vive no Rio de Janeiro, com o estado em crise. Fechamos o ano com chave de ouro: campeões no Sub-20 e nos profissionais. 99% do grupo tem contrato de um ano, então é um elenco com projeção para 2020. Eu venho batendo na tecla com eles que não existe trabalho sólido com menos de três anos. Então queremos manter o grupo para buscarmos o principal, que é buscar a Série A, porque aí tem a ajuda financeira, tem cota de televisão, patrocinadores aparecem... A gente que disputa Série B1, B2 e C, enfrentamos um campeonato mais caro do que quem está na Série A, porque não temos nenhum tipo de ajuda.

image

Para completar, o diretor expressou a felicidade pela conquista da Quartona através de agradecimentos e também elogiou a arbitragem dos jogos decisivos, ressaltando que não houve nenhum tipo de reclamações de ambos os lados. Além disso, tratou de colocar o Ceres à frente de outras equipes da nova divisão, já que o clube detém de contratos maiores com os seus jogadores.

- Só tenho a agradecer a organização da Federação. Eu sei a luta do presidente (Rubens Lopes), que ele tenta ajudar, mesmo com a dificuldade que eles passam, porque são muitos clubes e não tem como ajudar todo mundo. Mas, estão de parabéns. A arbitragem foi excelente, tanto nesse jogo, quanto nos jogos das semifinais, não tivemos nenhum problema. E não vi nenhum companheiro reclamar em nenhum grupo nosso dos presidentes dos clubes. Agradeço ao FutRio também, porque estão há anos cuidando da gente, são os únicos que nos dão essa oportunidade. Então ficamos muito feliz e a gente espera chegar, manter a base e sabemos que a maioria faz aquele contrato de quatro meses e os elencos serão renovados. A gente começa a trabalhar com o grupo já definido - concluiu.

Com o título da Série C do Carioca, o Ceres carimba o acesso à Terceirona com chave de ouro. Em 2020, além da Série B2, o clube também disputará a Copa Rio. Agora o clube entra de férias e só deve retornar aos gramados em maio do próximo ano.

Tags: Winston Soares, Ceres

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por