Em 04/02/2020 às 17h09

Edson Souza vê pontos positivos na atuação, mas não esconde insatisfação

Gigante do Vale teve boa atuação contra o Flamengo, mas perdeu de novo


Autor: Redação FutRio / Foto: Vitor Costa (FutRio)

Mais uma vez a esperança ficou grande, mas no fim, a frustração voltou a tomar conta do Resende. Na noite desta segunda-feira (3) no Maracanã, o Gigante do Vale saiu na frente, mas não suportou a pressão do Flamengo e acabou perdendo por 3 a 1. Apesar do revés, Edson Souza, mesmo não estando satisfeito com o momento da equipe, ressaltou que seus comandados se portaram muito bem na maior parte do jogo.  

- Não posso falar que estou satisfeito, mas pelo que minha equipe produziu, pela nossa proposta, fizemos tudo bem feito até levar o gol de empate. Enfrentar o Flamengo, uma equipe que dispensa qualquer tipo de comentário, com qualidade acima da média no futebol brasileiro e conseguimos suportar bem. O início foi difícil, sabíamos que o Flamengo iria tentar definir o jogo logo nos primeiros minutos, mas conseguimos segurar. Fui obrigado a fazer uma alteração antes do intervalo e sei que é complicado. Fui jogador e sei disso, mas tem momentos que não podemos relutar. Mas foi importante, o Alef Manga entrou bem e conseguimos ganhar um respiro - analisou o treinador, que prosseguiu.

- Saímos na frente no segundo tempo e dentro da nossa proposta fomos muito bem. Mas tomamos o empate e logo em seguida veio o segundo gol. Acabou sendo uma falha individual, pois até ali estávamos suportando bem as bolas aéreas do Flamengo. Mas um cochilo se paga um preço muito alto contra um time grande. Contra o Botafogo foi a mesma coisa. E nessas horas não se pode falhar.

Após o jogo, a maneira que o Resende se portou em campo rendeu elogios de Jorge Jesus a maneira que o Gigante do Vale atuou. Edson Souza disse que isso anima a todos, mas admitiu que pela expectativa criada em cima da equipe antes da competição, o momento é de frustração no Alvinegro do Vale.   

- É legal ouvir elogios de um treinador desse nível como é o Jorge Jesus, desse porte. É um alento para a gente, nos anima e mostra que nossa expectativa era correta. Mas a nossa frustração é do tamanho da expectativa que criamos. Mas passo para os jogadores que quem criou essa expectativa fomos nós mesmos, pelo que produzimos na pré-temporada. Temos que tirar como padrão os jogos contra Botafogo e Flamengo. Se conseguirmos manter isso contra os adversários do nosso porte, não é garantia de vitória, mas estaremos mais perto de vencer. Mas é a vida, não dá para ficar lamentando. Temos que dar continuidade ao trabalho. Falta a vitória. Quando vier uma vitória, sairemos dessa situação de desconforto - finalizou.

Na última rodada da fase de grupos da Taça Guanabara, o Resende encara um adversário direto na luta da parte de baixo da tabela, a Cabofriense. O jogo será domingo (9), às 16h, no Alair Corrêa. O Placar FutRio acompanha em tempo real.

Tags: Resende

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por