Em 07/02/2020 às 22h09

TJD pune envolvidos em caso de manipulação de resultados na Série C

Julgamento aconteceu nesta sexta-feira (7); Clubes também receberam multas


Autor: Redação FutRio / Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira (7), aconteceu na sede do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Rio de Janeiro (TJD-RJ) o julgamento dos envolvidos no caso de manipulação de resultados na Série C do Campeonato Carioca de 2019. Maicon Vilela, presidente do Atlético Carioca, Emerson Silvano da Silva e Maurício Pelegrini, investidor e diretor das categorias de base do São José, respectivamente, receberam as maiores penas.

O mandatário do Atlético Carioca foi punido em 900 dias e recebeu uma multa de R$ 125 mil. Emerson da Silva também recebeu o mesmo período de punição, porém uma multa maior: R$ 160 mil. Já Maurício Pelegrini foi multado em R$ 70 mil e terá que ficar afastado do futebol por 480 dias. Outros envolvidos que também receberam punições foram Adilson Faria, presidente do São José, e Thiago Soeiro, auxiliar-técnico do clube. Eles foram punidos em um afastamento de 360 dias e multas de R$ 30 mil e R$ 20 mil, respectivamente. O Esporte Clube Atlético Carioca e o Clube de Futebol São José foram multados em R$ 20 mil.

O caso veio à tona a partir de uma matéria no programa "Esporte Espetacular", da Tv Globo. A reportagem conseguiu recolher depoimentos de atletas e seus famíliares, além do acesso a diálogos por ligação telefônica dos envolvidos. Fora da esfera esportiva, o caso segue sendo investigado pela Delegacia de Defraudações da Polícia Civil e pelo Grupo de Atuação Especializada do Desporto e Defesa do Torcedor do Ministério Público do Rio de Janeiro.

Tags: Campeonato Carioca Série C

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por