America e Bonsucesso empatam sem gols no Giulite Coutinho

Tudo empatado em Mesquita (foto: Anderson Luiz)

Tudo empatado em Mesquita (foto: Anderson Luiz)

Sob forte calor, equipes não saíram do zero apesar do bom ritmo do jogo-treino

Anderson Luiz
Postado às 13:53 de 10/01/2014
Campeonato Carioca

Na reta final de preparação para o Campeonato Carioca, o Bonsucesso foi a Mesquita e empatou por 0 a 0 com o America na manhã desta sexta-feira (10) no Estádio Giulite Coutinho. O Rubro-Anil fez seu penúltimo jogo-treino antes da estreia. Já a equipe rubra, comandada por Ernesto Paulo, ainda tem cerca de um mês até a estreia e não contou com a presença do recém-apresentado Gilberto.

Para um simples jogo treino, America e Bonsucesso apresentaram bem mais do que isso. As duas equipes que estão em fase de preparação, pareciam estar lutando por três pontos. O Mecão visa o retorno à elite, vai com uma equipe bem diferente para a campanha deste ano na Série B. O Bonsuça vai para a Série A para mostrar que voltou pra ficar. Duas equipes, dois pensamentos.

Mas, dentro de campo, os jogadores queriam fazer a cabeça de seus treinadores virarem um trevo. Com muita garra, determinação e, em até certos momentos, jogadas ríspidas, todos os jogadores mostraram muita força de vontade e o forte calor que estava fazendo não atrapalhou em nada o desenvolvimento do jogo, mostrando que a preparação física das duas equipes está muito bem.

O encontro teve um primeiro tempo onde o Bonsucesso levou uma leve vantagem, construiu boas jogadas ofensivas e obrigou o goleiro Felipe a fazer uma excelente defesa, à queima roupa. O America atacou, girou a bola, virou o jogo, mas não definiu, e o goleiro Vander, não foi incomodado, pois o ataque rubro finalizou apenas uma vez, chutando pra fora.

Na etapa complementar, o técnico Ernesto Paulo alterou todo o seu time de uma vez, enquanto que Ricardo Barreto foi mudando gradativamente. Somente a vantagem mudou de lado, com o time da casa criando mais oportunidades. Pelo que foi apresentado, o placar em branco acabou sendo justo.

America: Felipe (Espíndula); Elisson (China), Douglas (Machado), Felipe Costa (Vitor Hugo) e Tarcísio (Noel); Alan (Taércio), Yuri (Alex), Betinho (Muniz) e Marcelinho (Castro Júnior); Vítor Moraes (João Paulo) e Castro (Erick). Técnico: Ernesto Paulo.

Bonsucesso: Vander (Gustavo); Marquinhos (Lucas Gama), Victor Hugo, China e Nill; Michel Ricardo, Muniz (Edson Junior), Geovane (Conca) e Rick (Yuri); Marcão (Wilson) e Samuel (Lipe). Técnico: Ricardo Barreto.