Heroico! Bonsucesso vira de forma espetacular sobre Audax

Audax x Bonsucesso (Foto: Anderson Luiz)

Virada foi histórica em Moça Bonita (Foto: Anderson Luiz)

Equipe perdia por três de diferença, mas inverte situação inesperada

Anderson Luiz
Postado às 18:28 de 26/02/2014
Campeonato Carioca

No chamado jogo de seis pontos, Audax Rio e Bonsucesso se enfrentaram no estádio Proletário Guilherme da Silveira, popularmente conhecido por Moça Bonita, em Bangu, pela décima primeira rodada do Campeonato Carioca da Série A. E nem o mais otimista do torcedor alvirrubro acreditaria no que aconteceu uma virada sensacional.

O primeiro tempo foi sofrível, pra esquecer, mas teve um gol. Agora, a etapa complementar foi eletrizante. Sete gols, espetacular. O Bonsucesso realizou uma das viradas históricas para o futebol brasileiro. Perdia por três gols de diferença, e fechou o jogo em 5 a 3. Somália (duas vezes), Luiz Otávio, Fernando e Marlon, marcaram para o Bonsucesso. Matheus Vargas, Leandro Camilo e William descontaram para o laranja meritiense.

Na verdade, o primeiro tempo só teve o gol, e uma finalização de William, que obrigou o goleiro Lopes a executar excelente defesa. Só. O gol aconteceu em uma jogada isolada, a bola sobrou para Matheus Vargas tocar forte para vencer Lopes e abrir o marcador, aos 19 minutos: Audax 1 a 0.

A mais, só as duas substituições realizadas por Alfredo Sampaio, mostrando visível irritação e colocando Allan Silva e Michel nas vagas de Renan e Geovane, respectivamente. O apito encerrando o primeiro tempo soou como um alívio para os 342 torcedores presentes

A etapa complementar mostrou um início mais animado. O Bonsucesso buscou o gol de empate, passou a utilizar as jogadas pelas laterais, enquanto que o Audax buscava jogadas de contra ataques. Em um deles, a equipe meritiense conseguiu um escanteio. Na cobrança, a zaga do Bonsucesso ficou olhando, Luquinha chutou rasteiro, Lopes defendeu parcialmente e Leandro Camilo, de perna direita, estufou a rede: Audax 2 a 0.

O gol sofrido deixou o Bonsucesso tonto. Aos 14 minutos, David deu drible da vaca em China e foi derrubado, dentro da área, pênalti! William cobrou e ampliou: Audax 3 a 0. Após a parada técnica, o Bonsucesso arriscou com Somália que foi derrubado dentro da área, pênalti! Ele mesmo cobrou e marcou, aos 23, o gol do Bonsucesso.

O gol marcado deu um ânimo a mais ao Bonsuça, que reduziu o prejuízo aos 33 minutos. Bola cruzada na área para Somália, de cabeça, colocar o Cesso novamente no jogo: Audax 3 a 2. A partida mudou completamente e o Rubro-Anil pressionou e chegou ao empate aos 43. Escanteio cobrado pela esquerda, Luiz Otávio subiu e, de cabeça, igualou o placar: 3 a 3.

O incrível aconteceu três minutos depois. Allan Silva iniciou a jogada com a bola chegando para Fernando, chutar fraco e Paulo Vítor não segurar e ver a virada do Bonsucesso. Um minuto depois, outra jogada pela direita, agora com Somália, que rolou para Marlon, chutar forte e ampliar: Bonsucesso 5 a 3.

A partida
Audax Rio 3×5 Bonsucesso – Taça Guanabara, 11ª rodada – 26/2/2014 às 16h

Estádio: Moça Bonita (Rio de Janeiro – RJ)
Árbitro: Daniel de Souza Macedo
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone e Luiz Antônio Muniz de Oliveira

Audax Rio: Paulo Vítor; David (Adilson 32’/2ºT), Leandro Camilo, Thiago Martinelli e Acácio; Arthur, Yuri, William e Luquinha (Kláuber 26’/2ºT); Balotelli (Renatinho 28’/2ºT) e Matheus Vargas. Técnico: Júnior Lopes.

Bonsucesso: Lopes; Iago Soares, Luiz Otávio, China e Rick (Samuel 15’/2ºT); Alexandre Carioca, Fernando, Geovane (Michel 34’/1ºT) e Renan (Allan 26’/1ºT); Marlon e Somália. Técnico: Alfredo Sampaio.

Cartões amarelos: Luiz Otávio, China (BON); William; Yuri (AUD)

Gols: Matheus Vargas, 19’/1ºT (1-0); Leandro Camilo, 8’/2ºT (2-0); William, 14’/2ºT, de pênalti (3-0); Somália, 23’/2ºT, de pênalti (3-1); Somália, 33’/2ºT (3-2); Luiz Otávio, 43’/2ºT (3-3); Fernando, 46’/2ºT (3-4); Marlon, 47’/2ºT (3-5)

Público: 252 pagantes (342 presentes)
Renda: R$ 4.770,00