Vinicius Eutrópio fala de sua passagem pelo Duque de Caxias

Eutrópio fez bom trabalho no Duque de Caxias (Vitor Costa)

Eutrópio fez bom trabalho no Duque de Caxias (Vitor Costa)

Treinador lamenta não ter conquistado o acesso e elogia união de todos

Fausto Ferro
Postado às 15:15 de 04/12/2012
Brasileiro Série C

Vinicius Eutrópio, ex-treinador do Duque de Caxias, participou na manhã desta quarta-feira (04) do Footecon 2012, Fórum Internacional de Futebol organizado pelo coordenador técnico da Seleção Brasileira, Carlos Alberto Parreira, e falou sobre sua passagem pelo clube da Baixada lamentando não ter conquistado o tão sonhado acesso a Série B.

O técnico acaba de assinar com o América (MG), time que o lançou para o futebol e mantém grande vínculo afetivo. Isso o fez recusar convites para trabalhar em equipes que disputam a Série A do Brasileiro deixando o coração falar mais alto.

- Depois da campanha do Duque de Caxias na reta final da Série C, era natural que os convites aparecessem. Recusei muitos durante a competição mas, quando surgiu o do América (MG), o coração falou mais alto.

Para o treinador, trabalhar no Duque de Caxias proporcionou uma experiência incrível. Tanto dentro das quatro linhas quanto na parte administrativa.

- O vice-presidente Alan e o presidente Pinga me deram total autonomia para desenvolver minha filosofia de trabalho. Estava totalmente confortável e os jogadores compraram tudo o que passei para eles. Entenderam e souberam tirar o melhor de cada um. Por detalhes não estamos de volta a Série B do Brasileiro.

Ele ainda falou do comprometimento que todos tiveram para alcançar um objetivo que parecia longe.

- Acho que a receita do sucesso dessa campanha foi o trabalho em grupo. Desde a diretoria até o pessoal que fica de fora, dando apoio. Foi uma experiência muito boa e graças a esses profissionais, o Duque de Caxias teve seu nome alçado novamente no cenário do futebol Brasileiro.